Governo diz que liberação de emendas está prevista na Constituição


:: GGN em 16/07/2017 16:24 ::

Categoria:

Congresso

denuncia_temer_ccj_-_lula_marques_agpt.jpg

Deputados votam o relatório da denúncia de Temer na CCJ. Foto: Lula Marques/AGPT

Jornal GGN – Após diversas matérias na imprensa mostrando o aumento da liberação de emendas parlamentares após a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer, o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão divulgou nota afirmando que a liberação das verbas é “um procedimento obrigatório previsto na Constituição”.

Matéria publicada neste domingo (16) pelo jornal O Globo afirma que, nas últimas duas semanas, o governo federal anunciou R$ 15,3 bilhões em liberações de verbas e novos programas para Estados e municípios, com o intuito de garantir o apoio contra a denúncia na votação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Ainda de acordo com o jornal, entre janeiro e junho, os investimentos divulgados pelo governo, com exceção do Plano Safra foram de R$ 96 bilhões.

Além disso, também foi acelerada a liberação de emendas parlamentares. Levantamento da Rede afirma que foi empenhado R$ 1,9 bilhão nos últimos 15 dias.

leia mais

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios
Postado em GGN