Medalha Geraldo Pereira será entregue a artistas de Juiz de Fora


:: Diário Regional em 16/07/2017 09:32 ::

A Câmara Municipal de Juiz de Fora vai homenagear, pela primeira vez, com a Medalha Geraldo Pereira, pessoas físicas e jurídicas que se destacaram na produção, difusão e engrandecimento das manifestações artístico-culturais e sociais na cidade e região. O prêmio será entregue em agosto. O projeto é de resolução do vereador Antônio Aguiar, encampado pela Mesa Diretora da Câmara Municipal e aprovado por todos os parlamentares.

No início de julho, a comissão organizadora da medalha definiu os dez homenageados da primeira edição, levando em consideração a contribuição artística e cultural deles para a cidade.

Os contemplados são os músicos Mamão, Joãozinho da Percussão e Miltinho Baterista; o grupo Bacharéis do Samba; a cantora Sandra Portella; a bailarina Dani Marie; o grupo teatral Divulgação; a Associação De Belas Artes Antônio Parreiras; a co-fundadora do Pró-Música, Dona Isabel, e Toninho Dutra.

Segundo informações do vereador Antônio Aguiar, a ideia da medalha surgiu pelo fato de artistas, em Juiz de Fora, não terem um reconhecimento por parte do poder público. “A medalha tem como objetivo trazer um reconhecimento, anual, para uma produção artística e cultural e difundir essa produção. A cada ano, mais artistas serão contemplados”, afirma Aguiar.

A medalha leva o nome de Geraldo Pereira por ele ter sido um compositor, sambista e cantor de grande projeção nacional. É considerado o mais brilhante cultor do samba sincopado, popularmente conhecido como samba de gafieira, pelo ritmo requebrado e brejeiro. Pereira foi uma espécie de alma da Bossa Nova nos anos 60. Esse ano ele comemoraria 100 anos de vida. Entre os sucessos que compôs, estão “Acertei no Milhar”, em parceria com Wilson Batista; “Falsa Baiana”, gravado por Cyro Monteiro; “Falta de Sorte”, por Araci de Almeida e “Que Samba Bom”, por Blecaute

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios