Julia Roberts: “Conquistei o direito de ficar em casa e desfrutar disso se quiser”


:: El Pais em 12/11/2017 23:13 ::

Julia Roberts acaba de completar 50 anos, quase 30 deles de carreira, e não poderia estar mais feliz com a vida. Com três filhos crescidos e uma nova estreia nas telas, ela celebra o “direito conquistado” de poder ficar em casa se quiser e de escolher seus papéis. A idade, para ela, não tem importância. “Não me assusta. Não tenho medo”, assinala um dos maiores ícones de Hollywood. Conversando com o EL PAÍS, a “namoradinha da América” não perdeu uma gota de sua beleza, de seu sorriso ou desse sarcasmo que às vezes se apropria do melhor de Roberts.
Continuar lendo Julia Roberts: “Conquistei o direito de ficar em casa e desfrutar disso se quiser”

Anúncios

Gravada em quatro países, Apocalipse estreia dia 21 com efeitos especiais nunca vistos antes na TV


:: Domingo Espetacular em 12/11/2017 23:13 ::

Clique na imagem para ver o vídeo:
0.jpg

A nova superprodução da Record TV vai exibir cenas de catástrofes para retratar o fim do mundo. Não perca!

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

A lei nas questões de família – Maria Aglaé Tedesco Vilardo


:: Café Filosófico em 12/11/2017 22:53 ::

Clique na imagem para ver o vídeo:
0.jpg

Afastar conceitos vistos como naturais exige questionamento dos padrões atuais em uma sociedade na qual a mulher é vista como cuidadora e o homem como provedor. A relação de gêneros no universo da família contemporânea, que abrange discriminação e violência simbólica, física e moral, nos obriga à reflexão seguida de ação, com modificação de procedimentos arraigados pela repetição e atitudes positivas para divisão de responsabilidades parentais e conjugais.
Continuar lendo A lei nas questões de família – Maria Aglaé Tedesco Vilardo

Como a disputa entre empresas por um contrato em Brasília complica Temer


:: El Pais em 12/11/2017 22:43 ::

Um caso de propina supostamente destinada ao presidente Michel Temer (PMDB) voltou à tona em um processo no Tribunal de Justiça do Distrito Federal. A história começou em fevereiro do ano passado, quando o empresário José Antunes Sobrinho, sócio da construtora Engevix, contou ao Ministério Público que o coronel reformado João Baptista Lima Filho, amigo de Temer e investigado como operador de propinas do presidente, tentou lhe devolver a suposta propina depois do avanço da Operação Lava Jato, mas nada foi devolvido. “Lima não procurou mais o colaborador e nunca devolveram os valores”, diz um dos anexos da delação de Antunes.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

A lei nas questões de família – Maria Aglaé Tedesco Vilardo


:: Café Filosófico em 12/11/2017 22:08 ::

Clique na imagem para ver o vídeo:
0.jpg

Afastar conceitos vistos como naturais exige questionamento dos padrões atuais em uma sociedade na qual a mulher é vista como cuidadora e o homem como provedor. A relação de gêneros no universo da família contemporânea, que abrange discriminação e violência simbólica, física e moral, nos obriga à reflexão seguida de ação, com modificação de procedimentos arraigados pela repetição e atitudes positivas para divisão de responsabilidades parentais e conjugais.
Continuar lendo A lei nas questões de família – Maria Aglaé Tedesco Vilardo

Terremoto de magnitude 7,3 atinge Iraque e Irã e deixa mais de 60 mortos


:: Poder360 em 12/11/2017 21:48 ::

Segundo autoridades iranianas, mais de 300 pessoas ficaram feridas

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Quando trabalhar já não salva da pobreza


:: El Pais em 12/11/2017 21:33 ::

Para María, a expressão “não chegar ao fim do mês” ainda não é precisa. “Não estamos nem no dia 10 e já não dá mais”, diz, sem perder o sorriso. Em sua casa, os 900 euros (3.440 reais) que seu marido ganha como motorista e o pouco que ela consegue tirar ao dar uma mão em um bar saem tão rápido quanto entram. Só para o aluguel já são 750 euros. Esta cubana de 30 anos está entre os milhões de imigrantes que chegaram à Espanha no boom da construção e que mais tarde acabaram pagando pelos excessos daqueles dias. Desde então, sofrem com empregos precários e mal pagos. Seu perfil se encaixa perfeitamente com um fenômeno que, apesar de não ser novo, tem crescido em decorrência da crise: a dos trabalhadores pobres.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.