Policial civil aposentado é morto a tiros em Juiz de Fora


:: Tribuna em 14/11/2017 10:04 ::

Um policial civil aposentado de 57 anos morreu após ser baleado na madrugada desta terça-feira (14), no Bairro Vitorino Braga, Zona Leste de Juiz de Fora. Uma mulher de 24 anos, que já teve um relacionamento com a vítima, é apontada como suspeita do crime e está foragida. Ela teria usado a arma do próprio policial, uma pistola ponto 40, para cometer o crime, que teria sido praticado em frente à filha dela, de 5 anos. Antônio Geraldo Peters Neto foi atingido com três tiros, na cabeça, no abdome e no braço, sendo encaminhado ao Hospital Monte Sinai. A assessoria de comunicação do hospital informou que o homem chegou a dar entrada na UTI, mas morreu no centro cirúrgico na manhã desta terça-feira.

O crime ocorreu próximo à casa onde a mulher morava com o ex-marido, na Rua do Monte.

Apesar de já estarem separados, os dois ainda dividiam o mesmo imóvel. Conforme a Polícia Militar, a mulher já havia sido presa no final de setembro, quando pegou a arma do policial civil e apontou para ele. Na ocasião, uma viatura da PM que passava pelo local abordou a suspeita e a prendeu em flagrante. Ela foi ouvida e liberada.

Na ocorrência registrada por volta das 3h30 desta terça-feira, a polícia informou que a mulher e o ex-marido dela voltavam para casa junto com a filha de 5 anos e um casal de amigos, após o grupo sair para comer um lanche. Conforme registrado no Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), o policial civil estaria em um beco próximo. A mulher foi até o local e voltou contando ao grupo que o policial queria reatar o namoro e que a teria ameaçado de morte, caso ela não voltasse para ele.

Ainda de acordo com o registro da Polícia Militar, a vítima teria saído do local onde se encontrava e ido até seu carro, saindo em alta velocidade e parando em frente a uma loja onde a mulher estava com o ex-marido e a filha. O policial e a mulher teriam entrado na loja e começado a discutir. Em meio à discussão, o policial teria sacado a arma. A mulher conseguiu tomar o armamento da mão do policial e atirou três vezes contra ele.

Uma ambulância do Samu esteve no local e estabilizou a vítima, que foi encaminhada ao Hospital Monte Sinai. A perícia da Polícia Civil foi acionada para realizar os trabalhos de praxe. Os policiais militares fizeram buscas pela mulher, mas ela não foi localizada. A arma usada no crime, bem como o carro onde estava o policial foram apreendidos.

O ex-marido da suspeita foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos. O caso deve ser apurado pela Delegacia Especializada de Homicídios. A Polícia Civil ainda não informou em qual unidade o policial era lotado.

The post Policial civil aposentado é morto a tiros em Juiz de Fora appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios