‘Água crua’, o perigoso e caro capricho do Vale do Silício


:: El Pais em 05/01/2018 17:11 ::

As contradições são constantes no Vale do Silício, na Califórnia. Por um lado, garantem querer erradicar todo tipo de doenças até tornar o ser humano imortal. Por outro, tomam decisões que atentam de maneira explícita contra o bem-estar e a saúde. A última moda pode tornar merecedores do prêmio Darwin (o desafortunado “reconhecimento” que recai sobre aqueles que desconfiam da ciência, arriscando suas vidas). “Água não tratada, não filtrada, pura”, são algumas das designações da raw water, literalmente “água crua”, ou “bruta”, comercializada também como Live Water por valores astronômicos: mais de 60 dólares (194 reais) por 10 litros.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios