Engenheiro demitido por publicar manifesto machista denuncia Google por “discriminação no trabalho”


:: El Pais em 09/01/2018 21:37 ::

James Damore, o engenheiro demitido pelo Google em agosto por ter publicado um “manifesto machista”, voltou a atacar a empresa de tecnologia na Justiça na segunda-feira: o ex-funcionário alegou desta vez “discriminação e represálias trabalhistas por suas políticas conservadoras observadas, bem como por seu gênero masculino e raça branca”, de acordo com o escritório de advocacia Dhillon Law Group, que o representa. Damore apresentou a petição ao Tribunal Superior de Santa Clara, na Califórnia (EUA), juntamente com outro ex-engenheiro do Google, David Gudeman, demitido em dezembro de 2016.

A petição se soma àquela que Damore apresentou no verão para “demissão improcedente”.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.