Pagar IPVA em dia garante desconto em 2019


:: TM Economia em 09/01/2018 18:52 ::

ipva-2018.jpgComeça, nesta quarta-feira (10), a escala de pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2018 para os veículos com finais de placa 1 e 2. O cronograma da cota única ou primeira parcela segue até 16 de janeiro. O contribuinte que decidir quitar o imposto à vista terá 3% de desconto. Já quem optar pelo parcelamento, deverá pagar a segunda e a terceira parcelas em fevereiro e março.

Um estímulo para ser pontual é que o contribuinte que pagou o IPVA nos prazos corretos em 2017 e mantiver o imposto em dia este ano poderá contar com redução de 6% no acerto em cota única e em 3% no parcelamento em 2019. A regra, no entanto, só vale para quem também estiver em dia com as condições para obter o licenciamento anual do veículo, como taxas e eventuais multas.

Com a cota única ou a primeira parcela também deve ser pago o seguro Dpvat, cujos valores variam de R$ 45,72 (automóveis) a R$ 185,50 (motocicletas), conforme o tipo de veículo. Já a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículo (TRLAV), no valor de R$ 92,66, vence no dia 2 de abril para todos os contribuintes.

Segundo o coordenador regional da Superintendência Regional da Fazenda, Gerson Gabriel de Castro, em 2017, a frota tributável de Juiz de Fora era de 198.337 veículos, sendo que 12% (ou 23.788) não fez pagamento de nenhuma parcela do imposto. O valor recebido até dezembro foi de, aproximadamente, R$ 134,9 milhões, o correspondente a 95% do total emitido, também considerando a base de dados da cidade. Os números referentes ao IPVA 2018 do município ainda não foram disponibilizados.

Para o coordenador regional, a possibilidade de contar com desconto extra no próximo ano deve incentivar o pagamento em dia. Gerson adverte, no entanto, que não basta se manter adimplente. É preciso seguir o calendário, pagar até a data de vencimento e ser pontual. Para o subsecretário da Receita Estadual, João Alberto Vizzotto, o objetivo é criar a figura do bom pagador, incentivar a adimplência e premiar o contribuinte que cumpre suas obrigações tributárias em dia.

Em relação às alíquotas, a única mudança refere-se a das caminhonetes cabine dupla e cabine estendida, que passa de 3% para 4%. “Entendemos que essas caminhonetes se enquadram na categoria de veículos de passeio, cuja alíquota é de 4%. Os veículos utilitários, aqueles empregados para o trabalho, permanecem com a alíquota de 3%”, explicou Vizzotto.

No estado, o valor emitido do IPVA para 2018 é de R$ 5,235 bilhões para um total de 9,8 milhões de veículos emplacados até 20 de outubro. A Fazenda contabilizou crescimento de 3,89% na frota, que significa 365 mil automóveis a mais no estado. Em comparação com o IPVA 2017, a previsão é de arrecadação 10,41% maior, um incremento de R$ 483 milhões. Do total do valor apurado com o IPVA, 20% são repassados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb); 40% ao caixa único do estado e 40% para o município de licenciamento do veículo.

Em relação à taxa de licenciamento, o valor emitido para 2018 é de R$ 907 milhões. Em relação a 2017, o aumento foi de R$ 25 milhões (2,94%).

Servidores públicos estaduais têm prazo diferenciado para pagamento do imposto

Este ano, em função do escalonamento do 13º salário, os servidores públicos estaduais – ativos e inativos – e pensionistas terão prazo diferenciado para quitar o imposto. Para aqueles que receberão em duas parcelas (26 de dezembro e 19 de janeiro), o vencimento da cota única com desconto de 3% ou da primeira parcela será 31 de janeiro. Até esta data também deverá ser quitado o seguro Dpvat. Quem optar pelo parcelamento, deverá pagar a segunda e a terceira parcelas nas datas relativas ao final de placa do veículo, conforme a escala válida para todos os contribuintes mineiros.

Já os servidores e pensionistas que tiveram o pagamento da gratificação natalina escalonado em quatro parcelas (19/1, 19/2, 19/3 e 19/4) poderão quitar o IPVA e o seguro até 19 de abril, em cota única, com o desconto de 3%. O parcelamento em três vezes também estará disponível para pagamento antecipado em qualquer data até o limite de 19 de abril.

Em BH, imposto poderá ser dividido em até 12 vezes

Na última quinta-feira (4), Detran de Minas Gerais anunciou uma nova possibilidade para o pagamento do IPVA 2018, que poderá ser feito em até 12 vezes por meio de cartão de crédito. Tal prerrogativa, no entanto, é reservada aos contribuintes de Belo Horizonte. Aqueles que optarem por tal modelo de pagamento deverão arcar com os juros cobrados pelas instituições financeiras e administradoras. De acordo com informações publicadas pela imprensa da capital, o Detran avalia que a ampliação do benefício para o interior do estado depende de cronograma de expansão ainda a ser divulgado.

A exclusão das cidades do interior de tal modelo de pagamento, ao menos em um primeiro momento, provocou preocupações na Câmara Municipal de Juiz de Fora. Na última segunda-feira (8), o vereador Cido Reis (PSB) apresentou uma representação ao diretor do Detran, Rogério de Melo Franco Assis Araújo, solicitando que a possibilidade de parcelamento do IPVA em até 12 vezes seja estendida a todos os veículos do estado. Por e-mail, a reportagem tentou contato com a assessoria do Detran para tentar detalhar a publicação de tal cronograma, mas não obteve retorno até o final desta edição.

A possibilidade de parcelamento de tributos, multas e outros débitos relacionados a veículos automotores foi estabelecida por portaria do Detran publicada no último dia 11 de dezembro. A normatização atende à resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), divulgada em outubro, e estabelece regas para o credenciamento de pessoas jurídicas que viabilizarão tais pagamentos por meio de cartão de crédito ou débito, mantendo, porém, o recolhimento e o repasse de tais recursos ao Detran.

Como fazer o acerto?

IPVA
– A emissão da guia de arrecadação pode ser feita pelo site da SEF, nas repartições fazendárias ou nas unidades de atendimento integrado (UAI).
– O pagamento pode ser feito diretamente nos terminais de autoatendimento ou guichês dos agentes arrecadadores autorizados – Bradesco, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal, casas lotéricas, Mais BB, Banco Postal, Santander e SICOOB -, bastando informar o número do Renavam do veículo.
– Multa – O não pagamento nos prazos estabelecidos gera multa de 0,3% ao dia (até o 30º dia) e de 20% após o trigésimo dia. Os juros são calculados sobre o valor do imposto ou das parcelas, acrescido da multa, pela Selic.

Taxa de licenciamento
– O pagamento deve ser feito diretamente nos terminais de autoatendimento ou guichês dos agentes arrecadadores autorizados.
– A multa por atraso é de 0,15% ao dia (até o 30º dia), 9% do 31º até o 60º dia e 12% a partir do 61º dia. Os juros também são calculados pela Selic.

Seguro Obrigatório
Os motoristas mineiros devem emitir a guia diretamente no site da Seguradora Líder e realizar o pagamento nos bancos: Banco do Brasil, Bancoob, BMB, Bradesco, Caixa, Itaú, Santander ou Safra.

The post Pagar IPVA em dia garante desconto em 2019 appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.