Ida de Brasil para o Trabalho sobe ainda mais no telhado


:: Kennedy Alencar em 11/01/2018 12:04 ::

A ida da deputada federal Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho se enfraqueceu ainda mais. Além dos revezes jurídicos na Justiça Federal, um recurso ao STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar viabilizar a nomeação e a posse dela poderá servir como justificativa política para o presidente Michel Temer pedir outra indicação ao PTB.

Temer conversaria hoje com a ministra Grace Mendonça, AGU (Advocacia Geral da União) para avaliar a estratégia jurídica de recurso ao Supremo. No início da manhã, o mais provável seria a apresentação de um recurso da AGU ao STF entre hoje e amanhã.

Como o STF está em recesso, se apresentado tal recurso, ela cairá nas mãos da presidente da corte, Cármen Lúcia.

Se ela confirmar o entendimento da Justiça Federal, não haverá posse. Se negar, o assunto estará resolvido com a ida de Brasil para o Trabalho.

Se Cármen Lúcia resolver estender a análise da questão, pedindo parecer da Procuradoria Geral da República ou remetendo o caso ao plenário, ou até mesmo fazendo as duas coisas, isso deixará o governo e Cristiane Brasil expostos por mais tempo a um forte desgaste político.

Nesse cenário, ganha força a ideia de Temer se reunir com o PTB e pedir outra indicação, apesar das resistências do partido e do pai de Cristiane, Roberto Jefferson, a pensar numa troca de nome. Em resumo, a indicação da deputada federal para o Trabalho subiu ainda mais no telhado.

*

Gato escaldado

Temer deverá adiar a nomeação do novo Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Tende a esperar a volta do STF aos trabalhos para preencher a vaga. O “fator Cármen Lúcia” recomenda cautela.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.