Cinco ataques contra igrejas chilenas poucos dias antes da visita do Papa


:: El Pais em 13/01/2018 17:29 ::

:: El Pais em 13/01/2018 17:29 ::

Santiago amanheceu na sexta-feira com uma notícia que a presidenta Michelle Bachelet qualificou de “estranha”. Três igrejas da capital foram atacadas de madrugada, três dias antes da chegada do papa Francisco, que entre segunda e quinta-feira estará no Chile para depois viajar ao Peru. As igrejas católicas que sofreram agressões, seja com bombas incendiárias ou explosivos, ficam nos municípios de Recoleta, Peñalolén e Estación Central.

Durante a manhã, a polícia encontrou um novo artefato numa paróquia de Estación Central e outro no município de Santiago Centro, que não chegaram a explodir. “As próximas bombas serão na sua batina”, dizia um dos panfletos encontrados.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios