Verão ultra violet


:: TM Especiais em 14/01/2018 07:19 ::

arte-ultra-violet.jpg

O ano de 2018 mal chegou e já propôs, de cara, um desafio para estilistas, designers e arquitetos: aplicar o ultra violet em peças de vestuário, adornos e acabamentos. Essa é a cor do ano eleita pelo Instituto de Cores Pantone.
Embora ainda tímido nas lojas, se o tom seguir os passos de seus antecessores, promete ser sucesso.

Em 2016, a cor greenery caiu nas graças do público. O marsala foi a tendência de 2015.

Para a designer de interiores Letícia Nery, esta é uma forma de impulsionar o mercado e trazer novidades. “Vale à pena investir em algo que tenha a cor do ano, pois uma casa está sempre em construção. E muda faz bem! Então, nada de exageros. Faça apenas algumas renovações pontuais”, sugere.

Fácil de combinar

O ideal é começar de maneira discreta, optando por detalhes como capas de almofadas, cúpulas de abajur ou uma obra de arte. “De uma forma um pouco mais marcante, o ultra violet pode aparecer no sofá, em um móvel ou mesmo em uma cortina. Para um uso mais intenso, podemos revestir uma parede com papel, tecido ou até pintá-la, o que trará bastante personalidade ao ambiente”, aponta.

Outra vantagem do tom, segundo Letícia, é a facilidade de harmonização. “O ultra violet combina perfeitamente com a maioria das cores. Com dourados e metalizadas criamos um ambiente chique; com verdes ou cinzas, o contemporâneo. Se em escala de tons, o romântico, e assim segue com a ousadia das combinações.”
Ao expandir o tom para outras áreas da casa, como a cozinha, uma boa opção é apostar em louças ou eletrodomésticos. “Nos quartos valem detalhes de colchas, além dos tapetes, que vão bem em qualquer outro ambiente. O tom traz emoção e acolhimenK to, fazendo de sua casa um lugar receptivo.”

Toque de ousadia

Em defesa do ultra violet, em dezembro de 2017, a diretora executiva do Pantone, Leatrice Eiseman, explicou que a inspiração do tom veio dos mistérios do Cosmos, fazendo da cor algo complexo e contemplativo.

Ela também atribuiu à cor um simbolismo ligado à cultura pop e a movimentos artísticos da contra-cultura. “A profunda Pantone 18-3838 Ultra Violet simboliza a experimentação e o não conformismo, levando os indivíduos a conhecerem a sua marca única no mundo e a expandirem as fronteiras através de soluções criativas”, declarou ao site oficial do instituto no Brasil.

O Instituto de Cores Pantone é um serviço de consultoria dentro da Pantone que anuncia tendências mundiais de cores e presta aconselhamento sobre identidade de marcas e desenvolvimento de produtos em termos do uso de cores.

The post Verão ultra violet appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.