Mulher é vítima de golpe de aluguel para carnaval em Cabo Frio


:: TM Cidade em 06/02/2018 13:57 ::

Mais um golpe de aluguel para temporada em Cabo Frio por meio da internet foi registrado em Juiz de Fora. Desta vez, uma dentista de 51 anos, moradora do Dom Bosco, na Cidade Alta, procurou o posto policial do Bairro São Mateus, na Zona Sul, na segunda-feira (5), após perceber que havia sido vítima de estelionato. Ela contou aos militares que viu no site OLX uma oportunidade para alugar um apartamento na cidade litorânea fluminense, localizado próximo a um conhecido hotel na Praia do Forte. Ela fez contato com o anunciante por meio de dois telefones com DDD 22 e obteve a informação de que a hospedagem para o carnaval, entre os próximos dias 10 e 14, sairia a R$ 1.250, sendo cada diária no valor de R$ 250.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, para garantir a reserva, a mulher deveria pagar R$ 625 antecipadamente.

Sem desconfiar de qualquer irregularidade, a dentista fez o depósito da quantia na conta indicada pelo homem, no último dia 2. Posteriormente, a mulher verificou que o anúncio havia sido retirado do site e descobriu que as fotos mostradas anteriormente eram, na verdade, de outro apartamento no também litorâneo município de Guarapari (ES). A vítima ainda tentou contato por meio dos números de telefone disponibilizados, mas as ligações não foram mais atendidas. O caso foi registrado pela PM como estelionato e seguiu para investigação na 2ª Delegacia de Polícia Civil, responsável pelas ocorrências na Cidade Alta.

Em seus termos de uso, o site OLX explica que “não se responsabiliza por danos decorrentes dos negócios conduzidos por terceiros, usuários ou não, pois sua atuação se limita a disponibilizar o espaço para oferta de produtos e serviços diretamente pelos anunciantes. Por esse mesmo motivo, a OLX não se responsabiliza pela conduta dos usuários, por conteúdos, produtos e serviços anunciados ou insucesso das negociações”.

300km

Caso semelhante ao da dentista aconteceu em meados de outubro, quando uma mulher, 35, também foi vítima de golpe de aluguel para temporada em Cabo Frio. Ela contou à Polícia Militar ter negociado com um homem pelo WhatsApp, por meio de um telefone com DDD 31, após ter visto um anúncio de imóvel no site OLX. A pessoa solicitou depósito em conta, como garantia para a reserva, no valor de R$ 425. A quantia restante, de R$ 300, seria paga na chegada ao apartamento. No entanto, após viajar cerca de 300 quilômetros, a mulher constatou que o número de determinada rua informado pelo anunciante como endereço do prédio não existia. Da mesma forma, ela não conseguiu mais fazer contato com o suposto locador e percebeu ter caído na fraude.

Em setembro do ano passado, a Polícia Civil de Belo Horizonte prendeu “o homem das mil faces”, 32, suspeito de aplicar golpes na internet com aluguel de temporada em Cabo Frio, mudando constantemente de perfil. Só no segundo semestre de 2017, ele teria feito vítimas em Juiz de Fora, na capital mineira, em Conselheiro Lafaiete e Sabará. O suposto estelionatário forjava ser proprietário de um imóvel de frente para a Praia do Forte e teria causado cerca de R$ 5 mil de prejuízo aos mineiros.

A Polícia Civil alerta sobre a importância do registro dessas ocorrências para apurar a possível existência de outras vítimas, facilitando a identificação do autor. Para não cair em golpes parecidos na internet, a orientação é utilizar sites especializados em aluguéis e não em páginas de compra e venda genéricas. É recomendado pesquisar sobre o anunciante e tentar contato com outros inquilinos. Ainda é indicado desconfiar de preços muito atraentes, abaixo do valor de mercado.

The post Mulher é vítima de golpe de aluguel para carnaval em Cabo Frio appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.