Samba rola em dose dupla no carnaval do CEU


:: Prefeitura em 07/02/2018 16:07 ::

0702_pjf_carnaval_samba_151342.JPG
Dois grupos vão agitar a zona norte no Carnaval 2018. A festa acontecerá na Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados Coronel Adelmir Romualdo de Oliveira (CEU) na sexta-feira, 9, com os Bacharéis do Samba, às 17 horas, e o Glicose, a partir das 18h30. As apresentações têm entrada franca. Com quase 45 anos de estrada, o grupo Bacharéis do Samba, fundado em 1974, preparou repertório com sambas de raiz e de enredo e marchinhas.

Nossa proposta é fazer carnaval tradicional, que une a família e agrada a todos que curtem a folia, declarou o músico Paulo Cesar Calichio, o PC, vocalista e diretor artístico.

O grupo foi criado por Santos Lima, mineiro que se estabeleceu no Rio, onde fazia apresentações nas rádios Mayrink Veiga e Nacional. Retornando à cidade, ele lançou os Bacharéis, cujo comando, mais tarde, foi repassado ao Mestre Cocada, compositor do Turunas do Riachuelo (escola de samba). Em 1986 assumi a direção do grupo, que, durante todo o ano, realiza shows, faz apresentações particulares e em clubes, completou PC.

Já o Glicose surgiu de grupo de amigos que, há 23 anos, se reunia nos fins de semana para jogar pelada, acompanhada por cerveja gelada e boa resenha. Logo, eles agregaram instrumentos musicais aos encontros, realizados em um clube. A fundação oficial do grupo aconteceu em 1995.

Em mais de duas décadas, o Glicose lançou três discos independentes, além de temporadas artísticas na Barra da Tijuca, Ipanema e Recreio dos Bandeirantes, bairros do Rio de Janeiro. Os músicos já dividiram o palco com Zeca Pagodinho, Dudu Nobre, Fundo de Quintal, Beth Carvalho, Exaltasamba, Belo, Só Pra Contrariar, Raça Negra, Negritude Jr. Katinguêle, Kiloucura, Pixote, Molejo, Art Popular e Sorriso Maroto, que ajudaram no crescimento profissional e influenciaram diretamente para o momento atual do Glicose.

A programação completa do Carnaval 2018, organizado pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF)/Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), pode ser conferida no site.

Foto: Divulgação

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Funalfa 3690-7044.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.