Voto impresso, o retorno ao passado que opõe Bolsonaro e a Procuradoria Geral


:: El Pais em 07/02/2018 21:22 ::

Antes mesmo do início da campanha, o capitão do Exército já colocou o resultado da eleição em xeque: ele reagiu à Ação Direta de Inconstitucionalidade da PGR rapidamente atacando a procuradoria e o TSE. Nesta quarta-feira usou sua conta no Twitter para dizer que “essa ação, no mínimo suspeita entre TSE e MP para derrubar o voto impresso, fará com que o Sistema eleja o futuro presidente do Brasil em outubro. O Datafolha, manipulando os números, dará credibilidade à fraude”, escreveu.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.