Especialistas da Universidade dão dicas para cuidar da saúde durante o carnaval


:: UFJF em 09/02/2018 11:01 ::

carnaval-folia-pixabay-630x420.jpg

Foliões devem aproveitar a folia, não se esquecendo dos cuidados com a saúde (Pixabay)

Nos blocos de rua, na praia, nos sambódromos, na micareta ou em casa, cada um a seu modo aproveita o carnaval. Para os que gostam da folia e querem curtir o feriado da melhor forma possível, especialistas da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) recomendam alguns cuidados.

A dermatologista e professora da Faculdade de Medicina, Simone Caruso Bonetti, alerta para o uso de protetor solar e, principalmente, a reaplicação do produto a cada três horas.

“A maquiagem pode ser usada após o protetor solar, e é importante escolher as que são de boa procedência, para evitar as dermatites de contato. E, ao chegar em casa, os foliões devem retirar completamente todos os resíduos de maquiagem e pinturas, usando demaquilante e água abundante.”

As fantasias e adereços também merecem atenção dos foliões, pois, como explica a dermatologista, podem prejudicar o controle da temperatura corporal. “Na hora de escolher a fantasia, o aconselhável é que se evite as que são muito apertadas ou de tecido sintético, pois dificultam a transpiração, e causam uma fadiga precoce e até mesmo desidratação. É preciso ter cuidado também com penas e plumas que podem causar alergias respiratórias, e com os sprays de espuma, que contém substâncias tóxicas à pele e aos olhos, havendo risco de irritação.” Ainda sobre o vestuário, recomenda roupas leves e claras e calçados confortáveis.

5-recomendaes-01-630x891.png

5 recomendações de especialistas para curtir a folia

Hidratação

Com as altas temperaturas nos dias da folia, manter-se hidratado é o conselho dado por todos os especialistas da área de saúde. “Pode-se usar água, água de coco ou sucos para manter uma hidratação satisfatória. Bebidas alcoólicas não são a melhor opção, porque o álcool não é hidratante, pelo contrário, ele tem efeito diurético no organismo e aumenta a necessidade de repormos líquido”, explica a nutricionista do Hospital Universitário (HU- UFJF), Clorisana Abreu Rameh, que sugere os sucos naturais e os picolés de frutas como boas opções para se refrescar e hidratar durante a festa.

Ela indica, também, a ingestão de alimentos mais leves, preferencialmente frutas ou os que são ricos em carboidratos, pois fornecem energia, sem pesar na hora da digestão. “Uma opção legal para quem quer repor energia com a alimentação é a tapioca. Muita gente opta também pelos sanduíches naturais, que podem ser feitos com pão integral, salada e carne branca (frango ou peixe).” A nutricionista alerta a quem irá pular muito no carnaval que fique longe dos alimentos gordurosos e de difícil digestão, assim como dos que contém muito açúcar.

“Nesta época do ano, as pessoas tendem a exagerar com a bebida alcoólica, em muitos casos, ingerindo bebidas fermentadas e destiladas ao mesmo tempo, fazendo com que o nível de álcool no organismo aumente, acelerando a queda do nível de glicose no sangue e sobrecarregando o fígado. O resultado do excesso é uma ressaca forte e, dependendo, coma alcoólico”, afirma o professor do Departamento de Clínica Médica, da Faculdade de Medicina, José Sabe Musse.

Para não ter complicações com a ingestão de bebidas alcoólicas, ele recomenda que os foliões se mantenham hidratados e deixem o organismo se recuperar da hipoglicemia. “Beber mais bebida alcoólica quando se está de ressaca, irrita a mucosa gástrica e compromete a hidratação. O ideal é que, a cada dose de bebida alcoólica, a pessoa tome duas doses de água.”

O médico salienta, também, os cuidados necessários com as doenças sexualmente transmissíveis, que têm no uso de preservativos a forma mais efetiva de prevenção. “A responsabilidade não pode ficar de lado, mesmo que seja um momento de descontração e alegria. Usar camisinha sempre é importante, independente do parceiro ou da situação.”

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios