Homenagem ao Centenário de Geraldo Pereira encerra Corredor da Folia no domingo de carnaval


:: Prefeitura em 09/02/2018 12:16 ::

0902_pjf_geraldo_release_114119.jpg
A oitava edição do Corredor da Folia será encerrada em grande estilo com a Homenagem ao Centenário de Geraldo Pereira, no domingo de Carnaval, 11, a partir das 11 horas, na Praça Antônio Carlos, Centro. O evento, que é gratuito, reunirá os sambistas Ney Gerald e Sandra Portella, além da bateria da Escola de Samba Unidos do Retiro.

Com a iniciativa, a Prefeitura de Juiz de Fora e a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa) atendem a reivindicação popular de manter uma programação carnavalesca durante o feriado oficial de Momo. A homenagem destaca o trabalho de Geraldo (23/4/1918 – 8/5/1955), um dos mais importantes sambistas brasileiros, autor de clássicos como Acertei no Milhar, Escurinho, Falsa Baiana e Cabritada malsucedida.

Geraldo Pereira é apontado como criador do chamado samba sincopado ou de gafieira. Visto pelos críticos como um cronista de sua época, em suas letras abordava a realidade de pessoas humildes, a vida nas favelas, a malandragem carioca e o amor.

A carreira de sambista foi construída no Rio de Janeiro, para onde se mudou ainda adolescente, indo morar com o irmão mais velho no Morro da Mangueira. Travou contato com sambistas locais, foi amigo de Carlos Cachaça, Nelson Cavaquinho e Nelson Sargento e aprendeu a tocar violão com Cartola e Aloísio Dias.

Para manter-se, Geraldo trabalhou em uma fábrica de cerâmica, foi soprador de vidro e motorista do caminhão de limpeza urbana da Prefeitura do Rio de Janeiro. Boêmio, frequentemente estava metido em confusões. Morreu precocemente, aos 37 anos, em consequência de uma hemorragia intestinal, após envolver-se em uma briga com a drag queen Madame Satã, na Lapa.

Suas músicas já foram interpretadas por cantores renomados como João Gilberto (Bolinha de papel), Chico Buarque (Sem Compromisso), Cyro Monteiro e Olívia Byington (Escurinho), Cartola e Zizi Possi (Escurinha), Roberta Sá e Gal Costa (Falsa Baiana), Moreira da Silva (Acertei no Milhar) e Paulinho da Viola (Você Está Sumindo), entre outros.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Funalfa 3690-7044.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.