Campeãs de SP se destacam em desfile do grupo de acesso para voltar à elite


:: AgBrasil :: Cultura em 12/02/2018 09:28 ::

A Nenê de Vila Matilde, segunda maior vencedora do carnaval paulista com 11 títulos, e a Camisa Verde e Branco, com nove campeonatos, foram os destaques do desfile do Grupo de Acesso do carnaval de avenida de São Paulo na noite deste domingo (11) e madrugada de hoje (12), no sambódromo do Anhembi. Ambas as agremiações e mais seis escolas disputam as duas vagas de acesso ao grupo de elite do carnaval de 2019. Todas as oito escolas do Grupo de Acesso deste ano já passaram pelo Grupo Especial do carnaval paulistano.

Com o enredo A Epopeia de Uma Deusa Africana, a Nenê fez um desfile que não deixou a desejar em relação aos da elite do carnaval, realizados na noite anterior.

A agremiação, a segunda mais vitoriosa de São Paulo, atrás apenas da Vai-Vai, cantou a história de Iemanjá e sua influência em diversas manifestações de fé brasileiras. A escola optou por usar predominantemente a tonalidade azul em suas fantasias e carros, em referência ao mar, a Iemanjá e à própria agremiação, conhecida pelos tons azuis.

Já a Camisa Verde e Branco, uma das agremiações mais antigas de São Paulo, levou para a avenida uma fusão de sua própria história com a de Mário de Andrade. Tanto a escola de samba quanto o escritor têm origem na Barra Funda, bairro tradicional da zona oeste, e têm relações estreitas com a cultura popular. O destaque ficou para o carro alegórico sobre a Semana de Arte Moderna de 1922.

A escola Águia de Ouro, que cantou na avenida a cultura árabe e sua influência no Brasil, e a Pérola Negra, que homenageou a cidade paraibana de Campina Grande, conhecida por realizar a maior festa junina do Brasil, também chamaram a atenção pela qualidade de seus desfiles.

A noite no sambódromo paulistano contou ainda com a participação das escolas Barroca Zona Sul, Leandro de Itaquera, Colorado do Brás, e Imperador do Ipiranga. As avaliações dos jurados serão conhecidas na tarde de amanhã (13), na apuração do carnaval paulistano.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.