Imprensa promove caça a LGBTs na Malásia


:: El Pais em 13/02/2018 16:23 ::

A estratégia de pulso firme contra a comunidade LGTBI se intensifica na Malásia e agora chega aos meios de comunicação, alarmando os ativistas e defensores dos direitos humanos. Desta vez, o jornal Sinar Harian, o mais vendido do país em língua malaia, foi mais longe ao publicar na sexta-feira passada um artigo em forma de guia para identificar gays e lésbicas. A lista de recomendações para flagrar “comportamentos homossexuais” especifica que os gays só vão à academia “para olhar outros homens” e “exibir o abdome”, que gostam de “vestir roupas justas e de grife”, e que “seu olhar se ilumina” quando veem homens bonitos.

O artigo, que também fala pejorativamente das lésbicas, motivou fortes críticas nas redes sociais por parte de ativistas desse país islâmico do Sudeste Asiático.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios