Brasileiro vive metamorfose eleitoral em meio à combustão carnavalesca


:: El Pais em 14/02/2018 21:18 ::

A repulsa popular fez-se ouvir, ao som de batucada e tamborim, em pleno Carnaval. A campeã Beija-Flor, no Rio de Janeiro, com o mote “Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, que o diga. As escolas de samba fizeram seu ato de repúdio às feridas abertas do país e os líderes dos blocos carnavalescos também enviaram seu recado de norte a sul. Mais olhos para o povo, menos governos corruptos.

Foi a reação tardia, elaborada em forma de samba, às reformas poucos debatidas, ao teto de gastos públicos que reduz a qualidade dos serviços públicos, e às notícias infindáveis da corrupção que engorda a classe política nacional.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios