Justiça concede habeas corpus para ex-pró-reitor da UFJF preso no Ceresp


:: TM Cidade em 05/03/2018 22:31 ::

O ex-pró-reitor de Planejamento da UFJF Carlos Elízio Barral Ferreira, que está preso em uma cela do Ceresp desde o dia 21 de fevereiro, conseguiu habeas corpus da Justiça, de acordo com informação de seu advogado Sérgio Sefair. A decisão saiu por volta das 18h desta segunda-feira (5) e, a partir de agora, a defesa vai providenciar as medidas necessárias para a soltura de Barral nas próximas horas. O habeas corpus foi concedido pelo desembargador Olindo Menezes, do Tribunal Regional Federal (TRF) 1ª Região.

Carlos Elízio foi preso na Operação Editor da Polícia Federal em processo do Ministério Público Federal, que investiga irregularidades nas obras do Hospital Universitário da UFJF.

Também foram presos na ação o ex-reitor Henrique Duque, o ex-secretário de Assuntos Jurídicos da UFJF Nilson Rogério Pinto Leão, o diretor-presidente da Tratenge Engenharia, Renato Moraes Salvador Silva, e a funcionária da empresa Maria Cristina de Resende.

LEIA MAIS:

Já a defesa de Henrique Duque, o advogado Lucas Sampaio, informou que a situação do ex-reitor permanece a mesma. A Tribuna não conseguiu contato com o advogado de Nilson Leão, nem com a defesa dos demais presos na operação.

The post Justiça concede habeas corpus para ex-pró-reitor da UFJF preso no Ceresp appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios