Combate ao crime não autoriza violações de direitos individuais


:: El Pais em 09/03/2018 19:39 ::

Uma senhora liga aos prantos: teve a sua casa invadida em plena madrugada de uma sexta-feira de outubro de 2017 no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. Ela iria trabalhar na manhã seguinte, mas os xingamentos que recebeu, o portão tombado no chão e a bagunça que ficou na casa não a deixaram concluir seus planos. Ficou com o susto, a humilhação e a despesa do conserto. Não fez Boletim de Ocorrência. Afinal, a casa foi invadida pela própria Polícia com anuência da Justiça por meio de um mandado de busca e apreensão por zona.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios