João Braga realiza palestra e lança livro no Mamm


:: UFJF em 09/03/2018 13:14 ::

joo-braga-foto-leo-martins-agncia-o-globo-630x274.jpg

Formado na UFJF, João Braga é o primeiro docente de formação a ocupar uma cadeira na Academia Brasileira de Moda (Foto: Leo Martins/Agência O Globo)

Formado na UFJF, é o primeiro docente de formação a ocupar uma cadeira na Academia Brasileira da Moda (ABM)

Considerado um dos maiores intelectuais da moda no Brasil, com uma carreira traçada a partir de sua graduação em Artes e Design pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), João Braga volta a prestigiar o Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm), neste sábado, dia 10, às 17h. Com entrada franca, o professor e escritor fluminense realiza palestra no auditório do Museu, onde discorre sobre “A secularização do sagrado cristão pela moda” e, na sequência, realiza uma sessão de autógrafos do livro “Cadeira N.39″.

João Braga traz ao público juiz-forano seu oitavo livro solo, sendo este um relato sobre sua posse na Academia Brasileira da Moda (ABM), que aconteceu em agosto de 2017.

Com especializações em História da Arte e História da Indumentária e da Moda e mestrado em História da Ciência, João Braga tornou-se o primeiro docente de formação a ocupar uma cadeira na ABM.

A obra reúne seus discursos de abertura do evento, incluindo sua apresentação como acadêmico, além de sua homenagem a Caio de Alcântara Machado, patrono da Cadeira N.39, para a qual foi designado. O volume conta ainda com o capítulo intitulado “Pronunciamento P”, em que o autor conta parte da sua história com todas as palavras começando com “P”, de Professor.

Com relação à palestra, João Braga explica se tratar de uma abordagem sobre o significado do religioso e do secular, do sagrado e do profano, e de como a moda se apropriou da linguagem visual do sagrado cristão e a usou nas roupas seculares.

Momentos especiais

João Braga já marcou presença no auditório do Mamm em outras ocasiões, destacando as relações entre a França e o Brasil, explicando sobre luxo, mercado e criação, ocasião em que mostrou a habilidade dos franceses em comandar as possibilidades em temas como alta costura, acessórios, perfumaria, joalheria e afins. As práticas de moda a partir do reinado de Luís XIV, conhecido como o precursor do uso de perucas e saltos altos, foram alvo de sua análise.

Outra de suas palestras marcantes foi sobre o apogeu dos antigos povos etruscos até as passarelas atuais, passando por períodos gloriosos como o Império Romano e a Renascença, até demarcar as principais contribuições da Península Itálica para o universo da moda. O acadêmico também abordou os possíveis diálogos entre o fazer artístico e a indumentária humana, explorando aspectos históricos até chegar aos ícones do design contemporâneo.

Suas reflexões sobre o mercado atual incluem uma análise sobre a efemeridade, que considera um ingrediente fundamental no caldeirão fashion. Segundo Braga, a moda avança muito além do vestir, alcançando as artes de um modo geral, o que fica provado pelas influências e contribuições na música, na dança e até mesmo na gastronomia. “Esse caráter fugaz movimenta o mercado ao ponto de transformar a moda na grande indústria que vemos hoje em dia.”

Em reconhecimento ao seu trabalho, em 2008, a UFJF condecorou João Braga com a Medalha Juscelino Kubitschek, sendo o primeiro ex-aluno a receber esta honraria. Sua relação com a Universidade em que se graduou, em 1982, é de reconhecimento, principalmente por ter cultivado com seus mestres a sensibilidade e o desejo de se aprofundar no universo fashion, o que lhe abriu inúmeras janelas de oportunidade profissional e pessoal.

Reflexos em curso

Atualmente radicado em São Paulo, João Braga é autor de obras como História da moda, uma narrativa, além da série Reflexões sobre a moda, já com cinco volumes publicados, e História da moda no Brasil: Das influências às autorreferências. Professor de História da Arte e da Moda em cursos de graduação e pós na Faculdade Santa Marcelina, também dá aulas de Cultura e História da Moda em pós-graduações na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).

Natural de Paraíba do Sul (RJ), Braga vem se dedicando a ministrar palestras em todo o Brasil, e tem, na Casa do Saber, outro de seus referenciais de trabalho. É consultor da filial brasileira do WGSN, site internacional de pesquisa e tendências de moda com sede em Londres (Inglaterra), e âncoras nos Estados Unidos e em outros países da Europa, da Ásia e da América do Sul. Incentivado e influenciado pela mãe Ophelia, que se dedicou ao ofício dos bordados, mantém uma restrita produção de camisas artesanais, a maioria feita sob encomenda.

O Mamm fica localizado na Rua Benjamin Constant 790, no Centro da cidade.

Outras informações: (32) 3229-9070 (Mamm-UFJF)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios