Preso estelionatário que dava prejuízo a buffet de festas em JF


:: TM Cidade em 09/03/2018 21:24 ::

rafael-gomes-marcelo.jpgRafael Gomes e Carlos Roberto apresentaram estelionatário que se passava por funcionário da empresa (Foto: Marcelo Ribeiro)

Um estelionatário que dava prejuízos a um buffet de festas da cidade foi preso, nesta quinta-feira (8), pela equipe da 3ª Delegacia de Polícia Civil. O homem, de 47 anos, foi denunciado porque estaria se passando por funcionário da empresa.

Ele fazia encomendas de produtos em nome do buffet e recebia o material em um imóvel no Bairro Cerâmica, na Zona Norte. Em seguida, a mercadoria era revendida, sem que os fornecedores recebessem pela entrega. Um rapaz, 26, foi preso por suspeita de atuar como receptador dos produtos. Numa distribuidora, no Bairro Bairu, na Zona Leste, onde ele foi localizado pelos policiais, foram apreendidos fardos de latas de cerveja que teriam sido adquiridas por meio do golpe.

De acordo com o chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora, delegado Carlos Roberto da Silveira Costa, ele próprio recebeu informação do proprietário do buffet de que havia uma pessoa encomendando mercadorias, principalmente cerveja, em nome da empresa dele. O golpe havia acabado de acontecer contra um fornecedor que recebera a encomenda de 80 fardos de cerveja, no valor de R$ R$ 3.900.

Diante da denúncia, o delegado designou uma equipe, coordenada pelo inspetor do 4º Departamento, Carlos Magno Tavares dos Reis, que posteriormente passou a trabalhar em conjunto com os policiais da 3ª Delegacia, sob responsabilidade do delegado Rafael Gomes.
Com a informação da marca e da cor do carro utilizado pelo suspeito, os agentes passaram a investigar a história até que, nesta quinta, o homem foi descoberto e preso em flagrante. Segundo a apuração, o suspeito aparece em 16 ocorrências registradas pela Polícia Militar, como formação de quadrilha, estelionatos, agressão e extravio de documentos.

Preso foi segurança da empresa

Conforme o chefe do 4º Departamento, Carlos Roberto, o preso contou que já tinha trabalhado como segurança em eventos promovidos pelo buffet e sabia que na firma havia um funcionário de nome Luciano. Assim, ele passou a se identificar com o nome de Luciano e encomendar as mercadorias de fornecedores que negociavam com a empresa.

Segundo o delegado Rafael Gomes, em continuidade à investigação, nesta sexta, foi constatado que o suspeito havia vendido os 60 fardos de latas de cerveja para uma distribuidora, no Bairu. Os policiais se deslocaram para o local, onde encontraram a mercadoria, que será restituída ao dono. Eles ainda localizaram uma quantidade, não divulgada, de cigarros procedentes do Paraguai. Por esta razão, além do crime de receptação, o rapaz detido na distribuidora também irá responder pelo delito de contrabando.

Como pontua a investigação, o suspeito de estelionato vinha praticando o crime desde novembro do ano passado. O prejuízo causado por ele já chegaria a R$ 8 mil. Já foram identificados três fornecedores que caíram no golpe. Eles já foram ouvidos e reconheceram o suspeito e o seu modus operandi. “Em contatos telefônicos para encomenda e compra de produtos deve ser verificada a identidade de quem faz o pedido junto ao responsável pelo empresa, porque é muito fácil alguém se passar por outro no telefone”, alerto Rafael Gomes.

The post Preso estelionatário que dava prejuízo a buffet de festas em JF appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios