Dinos JF disputa 2ª temporada na LSF com reforço de atleta da Seleção máster


:: TM Esportes em 11/03/2018 08:25 ::

esp-basquete-1.pngNatural de Viçosa, Thiago Lima, 38 anos, vice-campeão com a Seleção Brasileira +35 máster do Mundial de 2015, reforça a equipe master do Dinos JF (Foto: Reprodução)

O Ginásio do Clube Campestre, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), será o palco de estreia do time Dinos Juiz de Fora/Team Casarim, na categoria máster +35 da Liga Super Basketball (LSB).

Independente, a competição é a maior do Estado do Rio de Janeiro. O confronto diante do Campo Grande Spartans, da capital fluminense, encerrará, neste domingo (11), às 13h, a primeira rodada da competição. O torneio envolve ex-atletas, amadores ou profissionais, de distintas categorias – sub-16, sub-18, máster +40, +45, +50, liga B, estaduais amadores e livre feminina. Criada em janeiro de 2017, o time local disputará sua segunda temporada na competição.
Após ter no elenco, em 2017, o atleta Felipe Evangelista do Amaral, 37 anos, ex-jogador da Seleção Brasileira + 35 máster de basquete, o Dinos contará com Thiago Lima, 38, natural de Viçosa (MG), vice-campeão com a Seleção Brasileira +35 máster do Mundial de 2015. Ele atuou no AVNB Niterói nas últimas quatro temporadas, sendo campeão em 2016, vice em 2014 e 2017, e terceiro colocado em 2015. “Por ter essa proximidade de jogarmos juntos no adulto, treinarmos e viajarmos juntos, eu o convidei. E ele gostou da ideia de se transferir pra cá”, diz José Henrique Casarim, criador e treinador do Dinos Juiz de Fora/Team Casarim. Apesar de levar os jogos em que é mandante para o Rio de Janeiro, o Dinos/Team Casarim estuda locais para realizar algumas partidas em Juiz de Fora nesta temporada. Casarim conta que o objetivo principal “é conseguir manter um número grande de pessoas em bons jogos e chegar aos playoffs.”
No ano passado, o Dinos encerrou a participação no torneio na 10ª colocação, com 11 pontos ganhos, uma posição à frente do último colocado, o Baskeire Legends. “A equipe foi formada por atletas de gerações passadas do basquetebol de Juiz de Fora. Nós resgatamos pessoas que, inclusive, tinham parado de jogar, continuado a vida com seus trabalhos e estudos. (A última temporada) Foi um experiência muito boa. A liga é bem organizada, nos recebeu muito bem. Fizemos vários jogos bons, mas, por questão de inexperiência, não conseguimos nos classificar aos playoffs”, relata Casarim. Como o time é independente, as despesas com transporte e alimentação são custeadas pelos próprios atletas. Atualmente, os treinamentos são realizadas duas vezes por semana.

Sub-18
Além do Dinos Juiz de Fora/Team Casarim, o Juiz de Fora Basquetebol estreia, também nesse domingo (11), na categoria sub-18 da LSB. No Ginásio do Clube Campestre, no Rio de Janeiro (RJ), a equipe enfrenta o Jacarepaguá TC, às 15h, pela primeira rodada do torneio.

The post Dinos JF disputa 2ª temporada na LSF com reforço de atleta da Seleção máster appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios