Tupi aplica goleada de 7 a 1 no Democrata-GV e pega o Tombense nas quartas


:: TM Esportes em 11/03/2018 19:24 ::

tupi1-700x342.jpgFoto: Leonardo Costa

O Tupi passeou no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio neste domingo (11), pela última rodada da fase classificatória do Campeonato Mineiro. Mesmo desfalcado de cinco titulares, o Galo bateu o Democrata-GV por 7 a 1 e rebaixou o rival ao Módulo II do Estado. Os gols juiz-foranos foram marcados por Leo Costa, Kayser (2), Tchô, Patrick (2) e João Vitor, com Marcinho descontando para a Pantera.

O resultado levou o Carijó para a quarta posição na tabela ao fim da fase classificatória da competição.

Com isso, o Tombense será o adversário das quartas de final em jogo único com mando juiz-forano e sem data definida. Além do Democrata-GV, o Uberlândia também acabou rebaixado. Cruzeiro e Patrocinense, América e Boa Esporte, e Atlético e URT.

O técnico Ricardo Leão escalou o Tupi com cinco mudanças em relação ao último jogo, contra o Tombense. Sem Reis e Leo Salino, suspensos, além de Mateus, desfalque de última hora por lesão, assim como Vitinho e Afonso, o Galo foi formado por Vilar; Rodrigo Dias, Sidimar (Wellington), Diogo e Patrick Brey; Leo Costa (Kalu) e Marcel; João Vitor, Tchô (Breno) e Renato Kayser; Patrick. Do outro lado, o ex-comandante carijó, Éder Bastos, levou a Pantera em campo com Tiago; Alan, Jeferson, Maurício e Wallace; Lucas, Wallisson (Mota), Fernando e Guilherme; Alex (Augusto) e Romarinho (Marcinho).

O duelo recebeu 1.343 torcedores (816 pagantes) para uma renda de R$ 15.120.

Galo impetuoso

Por conta de quase metade do time alterado em virtude de lesões e suspensões, a performance carijó era projetada com cautela e curiosidade em duelo no gramado coberto pelo sol. Bastou a bola rolar, contudo, para o Galo levar o bom número de torcedores ao delírio. Logo aos 3 minutos, Tchô cobrou escanteio da direita na primeira trave, o volante Leo Costa antecipou e, de cabeça, acertou o ângulo esquerdo da meta rival para abrir o placar.

Paralelamente aos gritos de gol e abraços nas arquibancadas, a nova saída de bola ocorreu, o Tupi roubou a bola, Rodrigo Dias avançou pela direita e realizou cruzamento milimétrico para Renato Kayser, que embalado pela veloz penetração na área, testou com força para o fundo das redes: Tupi 2 a 0. Se a pontaria carijó estava afinada, o atacante Alex, do Democrata-GV, não manteve o nível para alegria dos carijós. O jogador recebeu livre aos 13 minutos, entrou na área e, de cara para Vilar, perdeu gol inacreditável.

Com a vantagem, o Galo ainda ameaçava a Pantera em jogadas com velocidade. João Vitor e Kayser, pelos lados, já haviam sofrido faltas duras e levado a dupla de zaga adversária a receber o cartão amarelo ainda na etapa inicial. Em forte atuação coletiva, o individual apareceu. Aos 31 minutos, Tchô, em finalização cruzada, cobrou falta de trás da meia-lua da grande área com perfeição e acertou o ângulo direito de Tiago, que não alcançou a bola em novo gol carijó. E houve tempo para mais um. Aos 42, Kayser deu passe magistral para Patrick que, nas costas da zaga, só teve o trabalho de tirar do goleiro em chute rasteira e marcar o quarto gol juiz-forano.

Segue o baile

Preservado, Leo Costa deixou o campo no intervalo para a entrada do volante Ronaldo Kalu. O mesmo ocorreu com Tchô, que deu lugar ao volante Breno. Menos intenso, o Tupi, reativo, buscava os contra-ataques pelos lados de campo. A estratégia também funcionou. Em investida pela esquerda, Patrick Brey cruzou para Patrick ampliar aos 12 minutos. E vinha mais por aí. O lance se repetiu em seguida, mas em lado oposto, com Rodrigo Dias cruzando para João Vitor escorar para o sexto gol juiz-forano.

Pendurado, Sidimar deixou o campo para a entrada do beque Wellington. Defensivamente, o goleiro Vilar seguia seguro, quando exigido, como em falta cobrada com perigo por Fernando. Com triunfo definido, o Alvinegro de Santa Terezinha seguiu assustando a Pantera, sobretudo pela esquerda, com Brey e Kayser. Do artilheiro do Tupi no Mineiro, aliás, saiu o sétimo. Após nova falha da defesa adversária, Kayser recebeu livre na área e deslocou o goleiro para comemorar seu quinto gol na competição. Ainda houve tempo para o volante Lucas, dos visitantes, ser expulso aos 39 por falta dura em Kayser, e de Marcinho, aos 41, diminuir em finalização de dentro da área sem chances para Vilar. Sem nova alteração no placar, os aplausos tomaram conta do palco esportivo. Festa no Estádio Municipal e vaga carijó nas quartas de final garantida.

The post Tupi aplica goleada de 7 a 1 no Democrata-GV e pega o Tombense nas quartas appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios