Globalização continuará sem os Estados Unidos


:: El Pais em 13/03/2018 18:14 ::

“Somos a nação indispensável. (…) Enxergamos mais longe que outros países”, declarou a então secretária de Estado Madeleine Albright, do governo Clinton, durante reunião da ONU em fevereiro de 1998. A ideia se tornaria um dos conceitos básicos da política externa norte-americana. Em 2014, o presidente Barack Obama foi mais um dos muitos políticos nos EUA a tomar emprestada a frase de Albright quando afirmou, em palestra em West Point: “Quando um tufão atinge as Filipinas ou alunas são sequestradas na Nigéria, ou homens mascarados ocupam um edifício na Ucrânia, são os Estados Unidos que o mundo procura para pedir ajuda.

Os Estados Unidos são e continuam a ser a única nação indispensável. Isso foi verdade para o século passado e será verdade para o século que virá “.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios