Moscou diz que não envenenou espião russo e exige que Reino Unido prove as acusações


:: El Pais em 13/03/2018 11:05 ::

O ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Serguéi Lavrov, disse nesta terça-feira que o Governo britânico se negou a deixar Moscou ter acesso às provas relacionados com o ataque com um “agente nervoso” contra o ex-espião Serguéi Skripal e sua filha Yulia. Lavrov afirmou que Moscou não é culpado pelo envenenamento do ex-agente e disse que seu Governo está pronto para cooperar.

Também deixou claro que seu país responderá às acusações quando o Governo Britânico “cumprir suas obrigações” de acordo com a Convenção de Armas Químicas e entregar uma amostra da substância que supostamente foi usada no ataque.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios