Papa Francisco: uma reforma de duas velocidades


:: El Pais em 13/03/2018 16:14 ::

No dia 13 de março de 2013, cinco minutos depois das 19 horas, quase ninguém esperava que o cardeal Jean-Louis Tauran pronunciasse seu nome. Os sinédrios vaticanos falavam de um italiano, alguns até deram isso como certo e prepararam suas felicitações. Mas a Divina Providência, em um dos momentos mais convulsionados da Santa Sé, preferiu trazer do outro lado do planeta Jorge Mario Bergoglio, um argentino mais acostumado à rua que aos tapetes dos salões romanos.

Uma maioria dos 115 cardeais eleitores do conclave da Igreja Católica, a instituição política mais longeva do mundo, considerou que era o adequado para decifrar a onda de mudanças que ameaçava isolá-los entre aquelas paredes.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios