Proex realiza reuniões para avaliação e planejamento de ações em Governador Valadares


:: UFJF em 14/03/2018 17:14 ::

proex-gv-300x200.jpg

Foram discutidas ações para a consolidação de projetos junto à comunidade, como o Boa Vizinhança (Foto: Gabriella Ramos/UFJF-GV)

A apresentação das atividades de extensão realizadas por professores, alunos e técnico-administrativos em Educação (TAEs) na UFJF-GV, bem como o planejamento de ações para 2018 foram temas de reuniões promovidas pela Pró-reitoria de Extensão no campus avançado de Governador Valadares.

As atividades aconteceram na última terça, 13, e reuniram a pró-reitora Ana Lívia Coimbra, coordenadores dos programas de Extensão e membros do Comitê Gestor no campus GV.

Os projetos de extensão da UFJF em Governador Valadares abrangem diferentes áreas, como Saúde, Educação e Direitos Humanos, com atividades realizadas em GV e também em municípios e comunidades no seu entorno. Dessa forma, segundo Ana Lívia, a extensão torna-se “um mecanismo importante de construção da identidade da UFJF no território valadarense.” Segundo ela, “professores, estudantes e TAEs estão em contato direto com a população, movimentos sociais e comunidades indígenas, possibilitando que a Universidade se faça presente e trabalhe na perspectiva de consolidar ações para o fortalecimento dos direitos sociais”.

Durante a visita à GV, foram realizadas três reuniões de trabalho: com os coordenadores do programa Boa Vizinhança, para compartilhamento de ações e planejamento do próximo edital; com os membros do Comitê Gestor da Extensão em GV, para avaliação, levantamento de demandas, entre outros temas, e ainda com o grupo de coordenadores do Edital de Extensão em Interface com a Pesquisa, para apreciar ações do programa.

Ana Lívia destaca, ainda, a preocupação da Pró-reitoria de Extensão em promover o contato e a comunicação entre as frentes de atuação da Universidade: “as bases do nosso trabalho são o diálogo e a participação democrática de todos os sujeitos que realizam a extensão universitária no campus avançado. Esse mecanismo tem garantido o direcionamento do trabalho de extensão na região do Vale do Rio Doce, para que a UFJF cumpra, de fato, seu papel social, que além de formar profissionais, também desenvolve ações interventivas para buscar o fortalecimento dos direitos sociais”, finaliza.

Responsável pelo projeto de extensão ‘Prevalência e aspectos epidemiológicos de enteroparasitoses na comunidade ribeirinha de Ilha Brava, Governador Valadares, MG’, Girley Francisco avalia positivamente as reuniões realizadas, por serem “oportunidade para expor as dificuldades, os avanços obtidos e estabelecer formas para melhorar as ações nos próximos editais de extensão”. O professor do Departamento de Ciências Básicas da Vida destaca ainda que o empenho da pró-reitoria em promover encontros para debates motiva e anima os participantes, na expectativa de melhorias contínuas. Para ele, “as reuniões são muito importantes, bem como as ações realizadas, uma vez que geram visibilidade para a Universidade e nos inserem na sociedade e nas comunidades ao nosso redor”.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios