Temer recorrerá à OMC contra Trump se não houver solução na ‘guerra do aço’


:: El Pais em 14/03/2018 17:43 ::

A notícia de que o presidente norte-americano, Donald Trump, aumentará em 25% as tarifas para a importação de aço caiu como uma bomba no Brasil, seu segundo fornecedor dessa matéria-prima. As empresas brasileiras já sentem o impacto da medida e perdem valor de mercado com a queda de suas ações. Para responder a isso, o Governo brasileiro está preparando uma reação, que pode chegar ao tribunal da Organização Mundial do Comércio (OMC). “As empresas brasileiras e americanas [que compram o aço do Brasil] trabalharão juntas no Congresso americano para modificar essa proposta de Trump”, disse o presidente do Brasil, Michel Temer, nesta quarta-feira.

“Mas, se não houver uma solução, digamos assim, amigável muito rápida, vamos formular uma representação à Organização Mundial do Comércio, mas não unilateralmente, não apenas o Brasil, mas com todos os países que tiveram prejuízo em função dessa medida tomada”, explicou o presidente, que participou da abertura do Fórum Econômico Mundial da América Latina, na cidade de São Paulo, nesta quarta-feira.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios