Um chá com Hawking


:: El Pais em 14/03/2018 17:43 ::

Nos anos 1970, não havia alegria maior para os doutorandos em física nuclear de Oxford do que compartilhar o chá da tarde com os papas da física teórica que visitavam a cafeteria do laboratório de vez em quando. Os de Cambridge, cujo rei era o antipático Dirac, eram o alvo preferido de nossas piadas. Uma tarde nos disseram que Hawking, o dos buracos negros, estava por ali. Quando apareceu ficamos assustados: vinha em postura incerta sobre uma cadeira de rodas.

Abriram um espaço para ele na mesa em que eu estava. Durante quase uma hora fizeram-lhe perguntas sobre a radiação dos buracos negros. Eu não me atrevi, porque a única coisa que sabia desses inquietantes objetos era que sua massa era tal que nada podia escapar deles, nem mesmo a luz. Como diabos podiam emitir radiação?

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios