Vereadora do PSOL é assassinada no centro do Rio na saída de evento que reunia ativistas negras


:: El Pais em 15/03/2018 00:38 ::

“Sou fruto do pré-vestibular comunitário”, lembrou Marielle Franco para lembrar quando anos atrás se engajou num cursinho no complexo da Maré, um das maiores favelas do mundo, para ter alguma chance nos vestibulares mais concorridos do Rio de Janeiro. Passou o microfone para outra mulher negra da roda e pediu apoio e compartilhamentos de seus seguidores no Facebook, que seguiam a transmissão ao vivo, para o evento Roda de conversa Mulheres Negras Movendo Estruturas. Pouco tempo depois, seu rosto e suas palavras e sua trajetória de ativista negra inundariam as redes em choque pelo horror: a vereadora do PSOL, a quinta mais votada no Rio em 2016, havia sido assassinada a tiros na região central do Rio de Janeiro sob intervenção federal militar.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios