Jogos de montar aplicados à arquitetura são apresentados em exposição


:: UFJF em 11/04/2018 12:56 ::

foto-por-icaro-chagas-bolsista-leaud-5-630x424.jpg

Pesquisa resultou na criação do Archbricks, jogo desenvolvido por pesquisadores e alunos da UFJF para aplicação na Arquitetura (Foto: Icaro Chagas)

Uma nova exposição chega ao Espaço Reitoria esta semana, desta vez trazendo uma proposta bem diferente das habituais: apresentar jogos de montar na perspectiva de projetos arquitetônicos.

Além do famoso Lego, estão presentes diversos outros modelos de blocos, dos mais antigos como o “Brincando de engenheiro” até os digitais do tipo “Minecraft”. A intenção é fazer o público perceber como podem nascer reais projetos arquitetônicos a partir da pesquisa com os jogos.

Na mostra, os jogos estão em uma pequena vitrine ao lado da imagem de concepção do projeto arquitetônico correspondente, com uma breve descrição sobre as etapas de construção. Entre eles, uma inovação: o Archbricks, um jogo desenvolvido pelo Laboratório de Estudos das Linguagens e Expressões da Arquitetura, Urbanismo e Design (LEAUD), concebido para ser produzido com auxílio de tecnologias de fabricação digital, mais especificamente, com o uso de impressoras 3D.

Segundo o professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Frederico Braida, o Archibricks permitiu “democratizar o acesso ao jogo, tendo como premissa a cultura maker e as noções contemporâneas de open source (código aberto) e de DIY (faça você mesmo)”.

O pesquisador explica que com os blocos de montar podem ser construídos os primeiros esboços volumétricos de um projeto e, dessa forma, os arquitetos conseguem testar algumas soluções formais e estruturais de suas criações. No ensino, os jogos podem ser utilizados ainda no estudo da forma, das noções geométricas, de composição, de escala e proporção.

Para Braida, além de mostrar a comunidade o que está sendo produzido pelo curso, a exposição faz “uma aproximação do fazer científico com práticas cotidianas, o que permite estabelecer uma conexão, mesmo com um público leigo, através do caráter lúdico e das memórias da infância, a discussões pertinentes à arquitetura de um modo específico”.

A abertura oficial acontece no dia 12 de abril, às 17h, no Espaço Reitoria. Os interessados contarão ainda com um workshop na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, que ocorrerá no dia 26 de abril, de 14h às 18h (horário a confirmar), para interagir com os objetos estudados e com as análises feitas. O workshop será voltado para alunos do curso e de Artes e Design e Engenharias, mas aberto ao público em geral.

Prêmio

A exposição é resultado de uma pesquisa intitulada “A linguagem lúdica e volumétrica dos blocos de montar, das maquetes e dos modelos tridimensionais e o ensino da Arquitetura e Urbanismo na contemporaneidade”, a qual tem sido desenvolvida, desde 2014, sob a coordenação do professor Frederico Braida, com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e da UFJF. A pesquisa ganhou o primeiro lugar em Ciências Sociais Aplicadas no XXI Seminário de Iniciação Científica da UFJF.

Projetando com Jogos de Montar – Exposição

De 10 de abril a 4 de maio, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 9h às 12h, no Espaço Reitoria (campus).

Abertura oficial: dia 12 de abril, às 17h

Entrada franca

Mais informações:

Pró-Reitoria de Cultura UFJF – (32) 2102-3964

Professor Frederico Braida: (32) 3229-3403, ramal 221

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios