Apresentados, Daniel Morais e Diego Luis comemoram retorno ao Galo


:: TM Esportes em 13/04/2018 14:30 ::

esp-Tupi-Daniel-Morais-e-Diego-Luis-foto-Leo-Costa.jpgDaniel Morais, com a bola, e Diego Luis, ao fundo, participaram de treino nesta sexta e já podem estrear (Foto Leo Costa)

Daniel Morais fez história em 2015, na campanha do acesso carijó à Série B. Diego Luis quase repetiu o feito em 2017, ao ser parado nas quartas de finais da terceira divisão nacional para o Fortaleza.

Em comum, a dupla apresentada na manhã dessa sexta-feira (13) em Santa Terezinha expôs a alegria de voltar a vestir a camisa alvinegra.

“O sentimento é o melhor de todos. Estou muito feliz, já eram três anos da minha primeira passagem e fico muito feliz de ver todo o movimento da torcida, da própria imprensa que sempre teve um trabalho muito legal. Isso motiva para fazer novamente um bom trabalho”, reitera o centroavante apelidado de Danigol pelos torcedores.

Já o meia Diego Luis evidenciou a relação mantida com o gerente de futebol, Nicanor Pires, e o prazer em atuar na cidade. “Saí no final do ano, mas nunca perdi o contato com o Nicanor. Criei um carinho e um respeito por essa camisa e vou trabalhar firme para fazer um ótimo campeonato”, garante.

Treinando há poucos dias com os novos companheiros, a dupla ainda admitiu ainda não estar em plenas condições físicas para suportar os 90 minutos. Contudo, os reforços, regularizados, devem ser relacionados para a partida de estreia da equipe neste sábado (14), contra o Tombense, às 16h no Estádio Municipal.

Disputa com Reis e novo momento

Danigol já tem um desafio nos treinamentos pelo Carijó: buscar a vaga de titular, hoje com Reis. Questionado sobre o tema, o centroavante preferiu destacar a importância do técnico Ricardo Leão ter reposições de qualidade para a Série C. “Ele (Leão) precisa ter um grupo bom e com todos os atletas à disposição. É um campeonato longo e precisamos ter todos no melhor nível para atuar. Estou trabalhando muito para isso, estar o mais rápido possível à disposição para ajudar em campo”, comenta.

Com 31 anos, Daniel Morais acabou sendo o artilheiro carijó em 2015 após a equipe dar liga durante a Série C. Nesta temporada, a base foi mantida com o sucesso no Mineiro. O melhor momento em 2018, contudo, pode ser uma armadilha no início da competição. “É muito relativo. Às vezes facilita, porque o grupo fica mais entrosado, mas temos que ficar em alerta também para não entrar relaxados. Precisamos entrar firmes, o Tombense é uma equipe muito qualificada e todos os jogos contra o Tupi, até na minha outra passagem, foram partidas decididas nos detalhes”, avalia o atacante.

‘É o jeito que gosto de jogar’

Diego Luis chegou com a missão de substituir o camisa 10 do Tupi no Mineiro, Tchô. Em 2017, o atleta realizou a função de meia de ligação da equipe, mas a dividiu, na maioria das vezes, como um terceiro homem de meio-campo. Para esta Série C, contudo, ele se mostrou à vontade ao projetar o uso mais avançado, onde Tchô atuava.

“É o jeito que gosto de jogar, no ano passado fiz essa função também, às vezes um pouco mais recuado. Mas é onde gosto de estar, flutuando e fazendo o time andar e os atacantes jogarem. Vamos trabalhar, pegar ritmo e, quando o professor pedir para eu entrar, ir bem”, idealiza Diego. O meio-campista foi rapidamente contratado após a perda de Tchô para o Botafogo-SP ser confirmada. Para ele, o maior conhecimento da cidade, clube e profissionais envolvidos o ajuda no entrosamento. “Facilita um pouco, mas claro que tenho que trabalhar firme e estar focado. Mas chegar já ambientado ao clube ajuda bastante.”

The post Apresentados, Daniel Morais e Diego Luis comemoram retorno ao Galo appeared first on Tribuna de Minas.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios