Reconhecimento Facial registra queda de bloqueios após dez semanas em vigor


:: Prefeitura em 13/04/2018 18:30 ::

1304_reconhecimento_facial_175543.jpg
A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) divulgou, nesta sexta-feira, 13, um balanço sobre o Sistema de Biometria Facial, implantado no transporte coletivo municipal no início de fevereiro. Um cartão será bloqueado por 180 dias, por reincidência em uso irregular.

Após dez semanas em vigor, o número de bloqueios registrou seguidas quedas. Na última semana aferida, foram sete, contra 236 da primeira semana. De acordo com os dados divulgados, desde a implantação deste sistema, 1.113 cartões de gratuidade foram bloqueados por 30 dias em caráter de advertência. Deste total, pouco mais de 300 usuários apresentaram recurso e já foram julgados pela comissão multidisciplinar.

A queda significativa nas infrações é fundamental para a manutenção dos benefícios da gratuidade a quem de direito, de acordo com a gerente do departamento de Transporte Público, Andréa Júlia Gonzalez: Esses números refletem a conscientização da população e um maior respeito não só aos usuários que possuem o direito da gratuidade, mas tambem àqueles que pagam a tarifa.

Utilização do cartão

A pessoa com deficiência que utiliza o bilhete PCD, mesmo sem passar na roleta, deve aproximar o cartão do validador para a captura da imagem. No caso do deficiente que estiver acompanhado, ele deve ser o primeiro a passar, para não ter o benefício cancelado. Crianças com direito à gratuidade devem ser levadas ao colo, para também serem identificadas pelo sistema de reconhecimento facial.

Foto: Divulgação

*Informações com a assessoria da Secretaria de Transporte e Trânsito pelo 3690-7767.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios