Tese de doutorado analisa novas moléculas para tratamento de onicomicoses


:: UFJF em 13/04/2018 14:40 ::

38942345924_ba07a93da2_z-630x420.jpg

César Augusto defendeu a tese “Ação antifúngica de derivados amino álcoois e diaminas frente aos principais causadores de Onicomicoses” (foto: Fayne Ferrari/UFJF)

Uma pesquisa de doutorado realizada na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) pode contribuir para o desenvolvimento de novos medicamentos que vão auxiliar pacientes no tratamento de onicomicose, que é uma infeção causada por fungos que atinge exclusivamente as unhas.

Entre os fatores que motivaram o estudo do acadêmico César Augusto Caneschi, estão as dificuldades no atual tratamento de onicomicoses no Brasil, bem como o elevado número de pessoas acometidas por essa infecção. A tese foi apresentada no Programa de Pós-Graduação em Saúde.

César conta que o interesse pelo tratamento de onicomicoses surgiu quando observou que, além dos altos custos e da reduzida eficácia dos medicamentos utilizados hoje em dia, inúmeros são os efeitos colaterais causados ao paciente em tratamento. “É importante ressaltar que este tipo de micose causa desconforto ao paciente, afeta sua autoestima e pode prejudicar no desempenho de atividades, uma vez que o tecido ungueal fica comprometido.”

A pesquisa foi realizada a partir da avaliação de moléculas orgânicas disponibilizadas pelo Laboratório de Química Orgânica do Instituto de Ciências Exatas (ICE) da UFJF. Essa avaliação buscou determinar o potencial antifúngico presente nessas moléculas, em análises microbiológicas que foram feitas na Faculdade de Farmácia. Também foram desenvolvidas pesquisas complementares acerca da toxicidade, caracterização molecular e ensaios enzimáticos em outras instituições, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O acadêmico acredita que sua produção representa um avanço para essa área de pesquisa, com resultados promissores. “Com esse trabalho foi possível contribuir para a pesquisa científica com os resultados, estimulando novos estudos relacionados a essa área, além de contribuir direta e indiretamente para o desenvolvimento de substância farmacologicamente ativas para o tratamento das onicomicoses.”

A professora orientadora, Nádia Rezende Barbosa Raposo, explica a importância que a tese assume no sentido de inovar e gerar melhorias: “buscamos atender demandas. A onicomicose é, hoje, um problema mundial e apresentamos uma nova opção terapêutica, desenvolvendo novos produtos.” A docente destaca, ainda, que a pesquisa contou com a contribuição de outros departamentos, como os do ICE. “A gente desenvolve novas moléculas internamente, associando diversas pessoas que cooperam entre si.”

Os resultados foram positivos e passíveis de aplicações, como enfatiza César: “após análise de dezenas de moléculas orgânicas foi possível evidenciar que diversas delas possuem potencial antifúngico, o que representa uma grande contribuição para a síntese de novos compostos com esse potencial farmacológico e com a perspectiva de desenvolvimento de novos trabalhos a partir dos resultados obtidos.”

Contatos:
César Augusto Caneschi (doutorando)
cacaneschi

Nádia Rezende Barbosa Raposo (orientadora- UFJF)
nadiacritt

Banca examinadora:
Profa. Dra. Nádia Rezende Barbosa Raposo (orientadora- UFJF)
Prof. Dr. Mauro Vieira de Almeida (co-orientador- UFJF)
Profa. Dra. Angelina Maria de Almeida (UFJF)
Prof. Dr. Geraldo Sérgio Farinazzo Vitral (UFJF)
Prof. Dr. Eduardo Lima Nolasco (FAMINAS)
Profa. Dra. Francislene Juliana Martins (UFF)

Outras informações: (32) 2102 – 3848 –Programa de Pós-Graduação em Saúde

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios