Proex divulga editais para submissão de programas e projetos de extensão


:: UFJF em 10/05/2018 19:32 ::

A Pró-reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) divulgou, nesta quinta-feira, 10, três editais para a submissão de programas e projetos de extensão. O Edital 03/2018 é destinado a programas e projetos de extensão de demanda espontânea, com a concessão de bolsas e solicitação de apoio. O Edital 04/2018, por sua vez, abrange projetos de extensão do Programa Boa Vizinhança do campus-base.

Já o Edital 05/2018 visa beneficiar projetos de extensão do Programa Boa Vizinhança – Rio Doce (exclusivo para o campus Governador Valadares).

domingo2-630x414.jpg

Ações devem ser voltadas para a comunidade externa e pela primeira vez são apresentadas possibilidades de solicitação de recursos de custeio e de capital, que não se limitam à concessão de bolsas (Foto: Alexandre Dornelas/UFJF)

Todos os editais possibilitam a concessão de bolsas para graduandos, inserção de voluntários de graduação, de pós-graduação e de estudantes de ensino médio do Colégio de Aplicação João XXIII, além das redes pública e privada de ensino. Os documentos também visam possibilitar o custeio de diárias, passagens aéreas e rodoviárias, veículo oficial e materiais de consumo, além da cessão de equipamentos durante a vigência das ações.

Segundo a pró-reitora de Extensão, Ana Lívia Coimbra, a política para área da extensão universitária é resultado do que vem sendo discutido e planejado no Conselho Setorial de Extensão e Cultura. “Os editais fazem parte de um momento dessa política, que é o de oportunizar a todos os professores e técnicos de ensino superior da UFJF o acesso a recursos que possibilitem ações voltadas à comunidade externa. Pela primeira vez iremos apresentar, num mesmo edital, campos para solicitação de recursos de custeio e de capital, que não se limitam à concessão de bolsas. Procuramos atender a uma demanda histórica dos coordenadores, extremamente importante para que a ação de extensão se desenvolva com qualidade”, afirma.

Para que os editais fossem lançados, o Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional (CGCO) promoveu um trabalho conjunto com a Proex, de reformulação da plataforma Siga/Extensão, pela qual os proponentes apresentam suas ações. Para o gerente de Ações de Extensão da Proex, Diogo Mendes, “de forma inédita, na extensão, não será necessária a abertura de processo físico para apresentação da proposta. Todas serão enviadas via sistema. Só após a sua aprovação que iremos, então, solicitar o processo físico”, conta.

Outro ponto importante, segundo Ana Lívia, é a possibilidade da Universidade mapear as ações extensionistas que estão sendo desenvolvidas. “Ao submeter a proposta, o futuro coordenador indica onde as ações são realizadas e, após o resultado final, teremos um mapa do território de Juiz de Fora e de Governador Valadares marcado pelas ações de extensão realizadas”.

Demanda espontânea
Serão concedidas 600 bolsas de extensão com duração de 18 meses. Para programas, o valor solicitado para custeio deverá ser de, no máximo, R$ 1.500, e, para cessão de equipamentos, de, no máximo, R$ 5 mil. Nesta modalidade, serão disponibilizadas cinco cotas para custeio e quatro para cessão de equipamentos.

Já os projetos deverão ter o valor solicitado para custeio de, no máximo, R$ 1.500, e, para cessão de equipamentos, de, no máximo, R$ 3.500. Nesta modalidade, serão disponibilizadas 30 cotas para custeio e 18 para cessão de equipamentos.

Confira aqui a íntegra do edital.

Boa Vizinhança – Juiz de Fora
Serão concedidas 50 bolsas de extensão aos projetos propostos, observando as demandas levantadas entre associações de moradores, coletivos, movimentos e organizações sociais, e escolas presentes nos bairros do entorno da UFJF. O coordenador poderá elaborar suas propostas a partir das seguintes áreas: Educação; Educação Alimentar e Nutricional; Arte, Comunicação e Cultura Corporal; Trabalho e Qualificação Profissional; Assistência Psicossocial; Promoção da Saúde; e Arquitetura e Engenharias.

O valor solicitado para custeio deverá ser de, no máximo, R$ 1.500, e, para cessão de equipamentos, de, no máximo, R$ 3.500. Serão disponibilizadas dez cotas para custeio e oito para cessão de equipamentos.

Confira aqui a íntegra do edital.

Boa Vizinhança – GV
Serão concedidas 26 bolsas de extensão aos projetos propostos, para serem desenvolvidos nos municípios de Belo Oriente, Naque, Sobrália, Periquito, Fernandes Tourinho, Alpercata, Governador Valadares, Tumiritinga, Galileia, Conselheiro Pena, Resplendor, Itueta e Aimorés, observando as grandes áreas de demandas do Programa Boa Vizinhança Rio Doce: Saúde; Meio Ambiente; Justiça, Sociedade e Economia; e Cultura, Lazer e Esporte.

O valor solicitado para custeio deverá ser de, no máximo, R$ 1.500, e para cessão de equipamentos, de, no máximo, R$ 3.500. Serão disponibilizadas cinco cotas para custeio e quatro para cessão de equipamentos.

Confira aqui a íntegra do edital.

Submissão
A inscrição da proposta do programa ou projeto deverá ser realizada pela internet, por meio da plataforma Siga-Extensão, no período de 11 de maio a 7 de junho. É preciso preencher o formulário da proposta no respectivo ícone da modalidade (Programa, Projeto ou Projeto Boa Vizinhança); anexar os documentos necessários, indicar o edital escolhido e, em seguida, submeter a proposta. O resultado final será divulgado, na página da Proex, no dia 31 de julho.

Outras informações:
(32) 2102-3959 – Pró-reitoria de Extensão

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios