João Moreira Salles: como fazer cinema com quase nada, uma homenagem a Eduardo Coutinho


:: El Pais em 11/05/2018 16:42 ::

O encontro com o personagem, a responsabilidade de dar a palavra ao povo, a supressão de elementos cinematográficos em busca da essência e a arte de não terminar, de não encerrar um filme para que o fim fique nas mãos do espectador. Essas são algumas das características principais do trabalho do documentarista brasileiro Eduardo Coutinho (São Paulo, 1993-2014), ressaltou na quarta-feira um de seus discípulos, o diretor João Moreira Salles (Rio de Janeiro, 1962), irmão do muito mais conhecido Walter Salles, que lotou o anfiteatro Gabriela Mistral, da Casa da América, em Madri.

O evento: o festival Documenta Madrid. O formato: uma master class na qual Moreira Salles foi mostrando as características da obra do homenageado, considerado um dos melhores documentaristas brasileiros. Sua conferência pode ser resumida nos seguintes pontos:

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios