Museu reabre com novidades ao público


:: Prefeitura em 14/05/2018 10:40 ::

1405_pjf_museu_reabre_101041.jpeg
Os juiz-foranos terão novos espaços para visitação na Fundação Museu Mariano Procópio a partir desta terça-feira, 15. As trilhas ao entorno dos prédios históricos que estavam fechadas, voltam a integrar o percurso de caminhada e contemplação para os visitantes. O trajeto que passou por revitalização será aberto ao público de terça a sexta-feira, e terá a ronda constante da equipe de vigilantes da instituição, garantindo segurança para quem transita pelo local.

Na Galeria Maria Amália, no interior do prédio Museu Mariano Procópio, a visitação continua de terça a sexta-feira, das 10 às 17 horas. Além da Exposição Esplendor das Formas, em cartaz, o público poderá conferir nesta semana uma das telas emblemáticas da coleção do museu, o quadro Retrato de Dom Pedro II, obra de Joaquim da Rocha Fragoso. A representação do imperador tem a marca de um tiro que foi disparado no início da República, fato que gerou várias pesquisas a respeito deste período. Para os grupos escolares e de demais instituições, a visita guiada pode ser agendada pelo telefone 3690-2027 ou pelo e-mail maprocultural@pjf.mg.gov.br.

Avaliação da Vigilância Epidemiológica

A decisão da reabertura do museu, anunciada na tarde da sexta-feira, 11, pelo prefeito Antônio Almas durante visita ao parque do museu. Segundo ele, a decisão oi tomada com base na avaliação de técnicos do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA) da Secretaria de Saúde. Segundo a equipe, como a febre amarela é uma doença sazonal, o cenário atual, com temperaturas mais baixas e poucas chuvas, é propício para a redução dos casos de arboviroses.

Dentro deste cenário, foram levados em conta, ainda, a cobertura vacinal do município contra a doença, que já ultrapassou os 100% do público que pode se vacinar, além da redução significativa dos registros de mortes de primatas (epizootias) e de casos suspeitos em humanos. Com estes elementos, os técnicos avaliaram que cessaram as indicações para a manutenção do fechamento do parque.

Assim como outros espaços que estiveram fechados em decorrência da febre amarela, foram adotadas medidas preventivas preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS), e logo que constatada a seguridade para volta das atividades com o público, esses espaços foram reabertos. Segundo o subsecretário de Vigilância em Saúde, Rodrigo Almeida, foram realizadas vistorias e o monitoramento constante do museu, e de acordo com alinhamento de ações com a Secretaria de Estado de Saúde, a reabertura foi possível. Verificamos que em Minas, o parque do Instituto Inhotim, Parque Estadual do Ibitipoca e os parques em Nova Lima foram reabertos com as devidas orientações, assim também como em São Paulo, destacou.

É importante ressaltar que, que ainda não se vacinou e não tem qualquer contraindicação, deve procurar um dos locais de vacinação dos município, que disponibilizam a vacina o ano todo. E que frequentem o parque depois de passados dez dias da imunização. Para aqueles que não podem tomar a vacina e querem circular pelo espaço público, é indicado o uso de repelente, uma das formas de prevenir a doença.

Foto: Vinícius Ribeiro

* Informações com a Assessoria de Comunicação do Museu Mariano Procópio: 3690 2004.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios