Fórum discute distribuição de receitas tributárias e possibilidades do município para fortal ecer a economia


:: Prefeitura em 15/05/2018 18:50 ::

1505_forum_discute_cm_1_181301.JPG
A repartição de receitas tributárias entre União, estado e municípios e as possibilidades das cidades diante do chamado pacto federativo foram alguns dos assuntos abordados na reunião do Fórum de Discussão Permanente para o Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Juiz de Fora, realizada na manhã desta terça-feira, 15, no Centro Industrial.

Além do prefeito Antônio Almas, o encontro contou com a presença de secretários municipais, empresários e representantes de entidades.

Durante a reunião, Almas defendeu a necessidade de rediscutir o pacto federativo para melhorar a distribuição de recursos e ressaltou o papel do setor produtivo para diminuir o déficit de receitas nos municípios, com a geração de emprego e renda, capaz de devolver à sociedade tudo o que ela precisa que seja devolvido em áreas essenciais, como saúde, educação e segurança pública. O prefeito lembrou que o fórum vai ao encontro da pretensão do governo de ampliar todos os mecanismos de conversa com a sociedade, mostrando a situação do município como é de fato e dividindo a busca por soluções.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Rômulo Veiga, apresentou algumas linhas prioritárias de ação de pasta, visando ao fortalecimento e crescimento econômico. Entre eles, o incentivo para que grandes empresas e governo realizem suas compras de empresas locais, gerando tributos no município, além do estímulo a mecanismos como o financiamento de projetos socioculturais.

Uma das linhas de trabalho é vocacionar a cidade e explorar melhor alguns ativos importantes que possui, como saúde e educação, saindo do limite dos serviços e partindo para pesquisa e tecnologia. O Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI ) é uma das ações da UFJF de que a Prefeitura faz parte. Outro projeto mencionado foi a implantação da Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata, que poderá criar outro vetor de desenvolvimento econômico em Juiz de Fora e região.

Participaram da reunião, o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, João de Matos; o presidente do Centro Industrial (2013/2017), Leomar Pereira Delgado, e o futuro presidente, Tadeu Monteiro de Barros; e o futuro presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) Regional Zona da Mata, Aurélio Marangon, presidente do Sindicato da Construção Civil de Juiz de Fora.

O Fórum de Discussão Permanente para o Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Juiz de Fora foi instalado em 2017, com o objetivo de se tornar uma ferramenta de escuta do Executivo local para identificar oportunidades e auxiliar o processo de tomada de decisões em temas relativos ao desenvolvimento socioeconômico de Juiz de Fora. Desde então, oito encontros foram realizados, discutindo temas importantes,tais como, segurança pública, educação, cultura, licenciamento e aprovação de projetos, dentre outros.

Foto: Carlos Mendonça

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Sedettur, pelo telefone 3690-8341.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios