O teatro do absurdo no Brasil: o que fazer com a candidatura de Lula?


:: El Pais em 15/05/2018 20:20 ::

A situação política do Brasil, a poucos meses da eleição presidencial, beira o absurdo se a última pesquisa CNT/MDA refletir a realidade. Teríamos, com efeito, o seguinte panorama, difícil de entender fora das fronteiras do país: o popular ex-presidente Lula da Silva, líder indiscutível do seu partido, o PT, na prisão e impossibilitado de disputar as eleições, obteria hoje no primeiro turno quase o mesmo número de votos que a soma dos outros quatro candidatos com maior apoio: Jair Bolsonaro, com 16,7%, Marina Silva, com 7,6%, Ciro Gomes, com 5,4%, e Geraldo Alckmin com 4%.

Juntos têm 33,7%, contra 32,4% de Lula. E isso mais de um mês depois de ele ser preso e com poucas chances de ser solto.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios