Obliteração de selo e homenagens marcam celebração dos 60 anos da Faculdade de Serviço Social


:: UFJF em 16/05/2018 13:04 ::

41248921985_d9316675bf_k-300x200.jpg

Vice-reitora, Girlene da Silva (ao centro) participou das comemorações da faculdade (Foto: Twin Alvarenga)

Nas palavras da vice-reitora da Universidade Federal de Juiz Fora (UFJF), Girlene da Silva, a noite de terça-feira, dia 15, foi de celebração e reconhecimento na Faculdade de Serviço Social. Completando 60 anos de existência, a unidade acadêmica eternizou a data com o lançamento de um selo postal comemorativo, obliterado em uma cerimônia de homenagem a professores, a servidores técnico-administrativos e a terceirizados – sobretudo aposentados.

O ritual é realizado nos lançamentos de selos personalizados, conferindo expressivo valor ao símbolo.

Após as autoridades presentes selarem e carimbarem um cartão, este passa a ser conservado no Museu dos Correios. Na ocasião do lançamento, o procedimento foi conduzido pelo gerente regional eventual dos Correios, Degnaldo de Castro, e teve a participação da vice-reitora; da diretora da Faculdade de Serviço Social, Cristina Simões; da vice-diretora, Alexandra Eiras; e da chefe do Departamento de Fundamentos do Serviço Social, Ana Maria Ferreira.

Confira no vídeo a obliteração realizada pelas quatro autoridades:

Obliteração do Selo 60 Anos da Faculdade de Serviço Social da UFJF

Seminário do Assistente Social 2018 – UFJF

“Precisamos destacar a importância da Faculdade de Serviço Social na luta por uma educação pública de qualidade, que ultrapassa os limites da UFJF”, enfatizou a vice-reitora. “Durante seus 60 anos, a unidade tem perseguido essa meta, trazendo grandes contribuições para os cenários local e nacional. E esse aniversário, que acontece no mesmo ano do centenário de Karl Marx, é muito simbólico. Porque é uma Escola que tem pautado toda a sua formação no pensamento desse teórico e, ao fazer isso, tem se colocado como um espaço dedicado a um país mais justo.”

Para Girlene, a cerimônia foi mais do que um momento festivo. “É o reconhecimento de uma escola que não tem se curvado diante de todas as dificuldades que têm sido impostas à educação pública brasileira. É uma faculdade que têm pautado esse enfrentamento não só pela educação, mas por uma perspectiva de não redução do Estado em sua obrigação, nos direitos sociais do nosso país. E que, hoje, nos chama à reflexão sobre o papel do Serviço Social no país. É um momento de lutar, de resistir e de propor alternativas para o Brasil.”

Promover transformações

Corroborando com a avaliação da vice-reitoria, a diretora da faculdade, Cristina Simões, destacou que o evento foi um momento que transcendeu a alegria e a comemoração, mas também de recuperar e preservar a história da unidade. “Em meio à realização da Semana do Assistente Social, é fundamental reconhecer a oportunidade de projetar futuros para a nossa profissão e desafios que a realidade brasileira nos coloca”.

Confira um trecho do discurso da gestora.

60 anos da Faculdade de Serviço Social – Discurso da Prof.ª Cristina Bezerra by UFJF

A diretorada Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), prof.ª Cristina Bezerra, homenageia todos e todas que contribuíram com os 60 anos da unidade acadêmica.

Um dos homenageados foi o servidor técnico-administrativo Lucas Simeão, que ainda é colaborador da unidade. “Estou muito satisfeito, pois vi essa Faculdade crescer. Trabalho aqui há 39 anos, acompanhando todos os desdobramentos que a fizeram chegando onde está hoje, com essa malha curricular que trabalha a inserção e a inclusão social. Mas, também, acho que o que me deixou mais feliz foi ver aos dirigentes sindicais, pois estamos em um momento de grande reflexão política. Trabalhar aqui, onde se implementam políticas sociais e podemos exercer a democracia, é um prazer imenso.”

Igualmente ovacionada pela plateia ao ser homenageada, a professora aposentada Maria Aparecida Cassab reconheceu a íntima relação da Faculdade com sua trajetória. “É uma alegria imensa ter vivido a oportunidade de passar aqui 13 anos da minha vida. É uma faculdade viva, interessante e uma referência dentro do Serviço Social no debate nacional. Por isso, essa experiência não é algo que eu levo, é algo que eu sou. Ela me compõe e estrutura. Estar aqui e ter trabalhado aqui me fez ser de uma forma determinada. O companheirismo e a solidariedade foram elementos sempre presentes, então só tenho ótimas lembranças.”

40343118870_31e69ba2df_k-300x221.jpg

Cristina Bezerra: “É fundamental reconhecer a oportunidade de projetar futuros para a nossa profissão” (Foto: Twin Alvarenga)

Acompanhada por dois filhos e uma das noras, a servidora técnico-administrativa Maria José Araújo, 74 anos, emocionou-se e foi ovacionada ao receber a homenagem da Faculdade. “Esse foi um dos maiores gestos de carinho que já recebi na vida, então foi difícil segurar as lágrimas – que vieram desde o momento em que eu recebi a carta me avisando sobre o evento. É uma demonstração de respeito e renova nossa vontade de viver. Até furei a orelha pela primeira vez na vida, só para colocar um brinco e ficar mais bonita”, brincou.

A TAE, que começou a trabalhar na Universidade em 1986, aposentou-se em 2011. Ao longo desse período, também passou pela Casa de Cultura, pelo Hospital Universitário (HU), pela Faculdade de Enfermagem e pela Reitoria – ainda na época em que esta era localizada na atual sede do Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm). “Sinto que vir aqui hoje foi como reencontrar todos os amigos que fiz nesses lugares. Gosto de escrever e, por isso, ainda quero fazer uma carta, à mão, para agradecer essa linda homenagem.”

Outras informações: (32) 2102-3563 (Faculdade de Serviço Social da UFJF)

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios