Critt apresenta propostas de trabalho e oferece parcerias em visita ao campus avançado


:: UFJF em 17/05/2018 17:34 ::

img_5056-1024x683-630x420.jpg

Equipe do Critt em visita ao campus avançado da UFJF. (Foto: Sebastião Júnior)

Docentes da UFJF-GV participaram nesta quarta-feira, 16, de reunião com integrantes do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt), órgão da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) voltado para a gestão da inovação, do empreendedorismo e da propriedade intelectual.

O objetivo do encontro foi apresentar um pouco do trabalho desenvolvido e oferecer suporte aos pesquisadores de Governador Valadares.

Na ocasião, a gerente de Propriedade Intelectual do Critt, Albertina dos Santos Souza, explicou um pouco da importância do Centro, que, segundo ela, oferece “registro de marcas, desenho industrial, além de softwares sem custo para a comunidade. O Critt também é a ponte entre a Universidade e as empresas, para efeito de transferência de tecnologia”. O gerente de Empreendedorismo, Leonardo Frossard, incluiu também o papel de assessoria prestado, “temos oficinas de ideação e modelagem de negócios e também o programa de formação empreendedora, que tem o objetivo de capacitar potenciais empreendedores para irem para as incubadoras”. Atualmente, o Critt possui oito empresas encubadas e 30 já graduadas.

Segundo a gerente de Inovação e Tecnologia do Critt, Débora Marques, a busca por parcerias e o atendimento a possíveis demandas do campus avançado também motivaram a vinda da equipe a Governador Valadares. “Muitas das pesquisas que são realizadas na Universidade podem atender a demandas do mercado, desde um teste, uma validação, até o desenvolvimento de um protótipo, uma pesquisa de ponta e a transferência de tecnologia. Vamos buscar parcerias com empresas que possam financiar o desenvolvimento de pesquisas aqui em GV”. Débora destacou ainda que a partir do trabalho a ser realizado junto ao Critt, a UFJF-GV poderia, então, passar a atender demandas de empresas locais, com o uso do corpo técnico e laboratorial da Universidade. A intenção, de acordo com a equipe, é trazer todos os benefícios de Juiz de Fora para Governador Valadares.

O coordenador acadêmico da UFJF-GV, prof. Fábio Pieri, ressaltou a importância da visita, por ser a primeira ao campus avançado, e por representar o passo inicial para o desenvolvimento tecnológico em GV. “A equipe do Critt apresentou os serviços que podem ser prestados em parceria com o campus avançado e esclareceu os fluxos de trabalho necessários para tarefas como inovação tecnológica, depósitos de patente, processos de transferência de tecnologia, entre outros temas ainda muito vagos para os pesquisadores daqui”. A experiência do Critt é ainda mais relevante uma vez que em Governador Valadares foi criado um Grupo de trabalho de inovação, empreendedorismo e tecnologia. Segundo Fábio, “a partir do contato com o Critt e a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fadepe), serão esclarecidos nossos fluxos de trabalho”.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios