JF registra queda dos casos de mortes materna e infantil


:: Prefeitura em 17/05/2018 17:04 ::

1705_queda_mortalidade_infantil_164411.jpg
Juiz de Fora registrou queda no índice de mortalidade infantil e da razão de mortalidade materna no último ano. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 17, durante o seminário O Perfil dos Óbitos Materno, Infantil e Fetal em Juiz de Fora: Revelando Fatos, Propondo Melhorias, promovido pela Secretaria de Saúde (SS), através do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA).

Segundo estatísticas do DVEA, em Juiz de Fora, a razão de mortalidade materna caiu de 94, em 2016, para 30,35, em 2017. Já o índice de mortalidade infantil baixou de 12.10 para 10.32, o menor índice desde 2000. Para a integrante do Comitê Municipal de Prevenção à Mortalidade Materna, Carla Zeni Vasconcellos Serrano, os números são reflexo de uma melhora na assistência à gestante, com aumento da cobertura da Atenção Primária, implantação da Rede Cegonha, qualificação dos profissionais da rede e a disseminação das informações entre a população, que conhece mais seus direitos.

Durante o evento, em que participaram profissionais da rede de saúde pública e privada municipal, além de representantes dos Comitês Hospitalares de Mortalidade Materna, Infantil e Fetal de Juiz de Fora, foram discutidos casos, para que os profissionais trocassem informações sobre os procedimentos e as dificuldades enfrentadas durante a assistência, com o objetivo de apontar caminhos para ampliar a qualidade dos serviços e reduzir os ainda mais os índices.

A presidente do Comitê Estadual de Mortalidade Materna, Fetal e Infantil da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, Regina Amélia Lopes Pessoa de Aguiar, em palestra, abordou os dados do mundo e em Minas Gerais. Já Andréia Dias Kingma Lanziotti, referência técnica municipal da Rede Cegonha, falou sobre a rede como estratégia para a redução a redução da morbimortalidade materno-infantil.

A ação aconteceu em celebração ao Dia Nacional de Redução da Morte Materna e é fruto de parceria entre o DVEA, o Comitê Municipal de Prevenção à Mortalidade Materna de Juiz de Fora, o Comitê Municipal de Mortalidade Infantil e Fetal de Juiz de Fora, a Subsecretaria de Atenção Primária à Saúde (Saps) e a Subseção Juiz de Fora do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG).

Foto: Divulgação

* Informações com a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde pelos telefones 3690-7123/7389.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios