Presidente do Livres: “Ação política através de partidos se tornou limitada”


:: El Pais em 17/05/2018 12:19 ::

O Livres controlava 12 dos 27 diretórios do Partido Social Liberal (PSL) quando um projeto de dois anos foi abortado, no início deste ano. “Chegou a ser combinada com o Luciano Bivar [presidente do PSL] uma migração de deputados federais para o PSL, fazendo uma bancada de mais de 10. O partido largaria [para a eleição] além da cláusula de barreira [a partir desta eleição, os partidos terão de elegerem ao menos nove deputados para conseguir acesso ao fundo partidário e à propaganda gratuita de TV]. Em seguida, ele [Bivar] fez um acordo com o Bolsonaro”, lamenta Paulo Gontijo, presidente do movimento liberal que desistiu de virar partido e endossará a candidatura de pelo menos 43 de seus membros por meio de 11 legendas nas eleições de outubro.

Quando o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) trocou o PSC pelo PSL [hoje com oito deputados] para abrigar sua pré-candidatura à presidência, o Livres decidiu mudar de estratégia.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios