Mário Fernandes, o lateral da Rússia que recusou a seleção brasileira


:: El Pais em 13/06/2018 22:00 ::

Mário Fernandes nunca explicou bem os motivos que o levaram a rejeitar a camisa amarela. Na época, a seleção era comandada por Mano Menezes, que já havia convocado o lateral para o primeiro jogo contra a Argentina, mas não o colocou em campo. Apesar de ter treinado como titular, Mário acabou sendo reserva de Danilo, hoje dono da posição sob o comando de Tite. Segundo familiares, ele teria se revoltado com a indiferença da comissão técnica e não se sentiu à vontade no ambiente da seleção.

“O Mário seguiu os princípios dele, não vendeu a alma para jogar pelo Brasil. O motivo da ausência na seleção não era balada. Ele não foi a um puteiro na noite anterior, apenas saiu com a namorada para se divertir. Sua decisão já estava tomada”, afirmou o pai, Mário Pérsio Fernandes, o Bagué, à revista Placar, rebatendo os rumores de que o filho tinha perdido o voo para se apresentar à seleção depois da ida ao Be Happy.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios