Tupi é o campeão da 1ª Copa 60+ de fut7


:: Prefeitura em 14/06/2018 18:40 ::

1406_final_copa_1_174330.jpg
Valorização das pessoas e promoção do bem-estar na terceira idade. Estes foram os objetivos da 1ª Copa 60+ de fut7, organizada pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). Os jogos da final e da disputa do terceiro lugar e as premiações aconteceram na manhã de quarta-feira, 13, em clima de confraternização, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB).

A final reviveu o clássico juiz-forano Tupi x Sport Club JF e foi marcada por muita emoção, e teve a presença do prefeito Antônio Almas, do secretário de Esporte e Lazer Júlio Gasparette e do diretor do Grupo Bahamas Paulo Roberto Lopes, entre outras autoridades e personalidades e autoridades. O hino nacional brasileiro foi interpretado pelo cantor Luiz Gamonal.

O pontapé inicial foi dado pelos ex-atletas Murilão (Tupi) e Edson Costa (Sport). Os times contavam com ex-jogadores e muita vitalidade. Ao final, o Galo Carijó foi o grande campeão da Copa 60+, vencendo por 2 a 1, com Manoel e Márcio Carrapato marcando para o alvinegro, e Betinho Inhan descontando para o verdão. O dia começou com o confronto entre ASE e Acadêmicos do Bairu, em jogo equilibrado. Foram muitos lances perigosos e grandes defesas do goleiro da ASE, Cláudio. Para o atleta, a partida foi difícil: O sol não estava ajudando e o outro time imprimiu ritmo forte, mas deu tudo certo. Deu tão certo seu time de Claúdio venceu por 2 a 1, conquistando a terceira posição da Copa.

Além de troféus e medalhas para os três primeiros lugares, houve premiação individual de atletas e clubes que fizeram diferença durante o campeonato. A artilharia da Copa ficou com Aloízio Penido, da ASE, com quatro gols. Luiz Cláudio, do Sport, recebeu o prêmio de defesa menos vazada. O Troféu Disciplina foi para o Acadêmicos e o de Destaque, para o atleta do Clube do Papo, Alberto Aloysio, que jogou todas as partidas do seu time, no auge dos seus 81 anos, o jogador mais velho da competição. As oito equipes participantes da primeira edição também foram homenageadas. De acordo com o Alberto Aloysio, o interessante foi ter sido recebido em um time onde os outros jogadores eram bem mais novos: Entrar no campo com eles foi consagração do esforço que faço para manter vida correta, com boa alimentação, bons hábitos e trabalhando com algo que eu gosto. A Copa me deu oportunidade de rever amigos e fazer outros novos. Fui homenageado porque cheguei nos 81 anos, mas com o que vimos durante os jogos, creio que todos chegarão lá.

A Copa 60+ é organizada por meio de parceria entre a SEL e o Grupo Bahamas, com apoio da Liga Regional de Fut7. Nesta primeira edição contou com duas sedes: Clube Bom Pastor, que sediou as partidas da Chave A e a semifinal, e AABB, com os jogos da Chave B e final.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da SEL, através do telefone 3690-7849.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios