Lucas Hernández, finalista na Copa graças à burocracia e a Hierro


:: El Pais em 13/07/2018 10:42 ::

Lucas Hernández está com a cabeça raspada. O look não é um capricho estético. Tem a ver com a definição que Antoinne Griezmann aplica à seleção francesa: “Somos um exército”. Griezmann, como Lucas e alguns jogadores franceses, também exibe um corte de cabelo curto. Até o excêntrico Paul Pogba optou por raspar a nuca e não adornou sua cabeleira com um penteado excêntrico e com algumas das tinturas escandalosas que chegou a exibir.

“Lucas é um dos meus soldados, mas precisa melhorar no ataque”, brincou Griezmann quando perguntaram-lhe sobre seu colega do Atlético de Madrid no começo da Copa. Um campeonato que Lucas pôde jogar pela França por uma ligação preventiva de Fernando Hierro, agora ex-diretor esportivo da Federação, quando tudo estava certo para que Julen Lopetegui o recrutasse convocando-o para os amistosos da Espanha em março.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios