Apes comemora 40 anos – Notícias UFJF


:: UFJF em 09/08/2018 16:08 ::

A Associação de Docentes de Ensino Superior de Juiz de Fora (Apes) comemora nesta sexta-feira, dia 10, 40 anos. O presidente da Apes e professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Rubens Luiz Rodrigues, destaca a trajetória de contribuições dos associados à Instituição na defesa da educação pública de qualidade e socialmente referenciada.

Clique na imagem para ver o vídeo:
0.jpg

“Uma categoria só consegue se constituir na dignidade das suas condições de trabalho se compreender que tem interesses em comum.

A Apes sempre foi uma seção sindical que mostrou essa questão aos docentes. Temos sempre levado as pautas dos professores com autonomia, com perseverança e com capacidade de deliberação, fundamentalmente, a partir das assembleias. Outra contribuição é exatamente a defesa da educação pública, gratuita, laica e socialmente referenciada nos interesses dos trabalhadores brasileiros. Se ainda temos uma educação gratuita, plural, isso tem a ver também com as lutas que os professores e professoras fizeram no sentido de democratizar as instituições de ensino”, ressalta o presidente da Associação.

Rodrigues recorda, ainda, a participação dos associados à Apes em diversos outros movimentos de relevância nacional. “A Apes esteve envolvida na Constituição de 1988, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), no processo de consulta para escolha dos dirigentes das instituições federais de ensino, universidade e instituto federal. Por fim, um legado fundamental foi a criação do Andes, o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, rumando para os 40 anos de existência também.”

Para o reitor da UFJF, Marcus Vinícius David, a Apes está associada à história de resistência das universidades públicas brasileiras. “Foram nos momentos de luta, de resistência dos nossos sindicatos, nos quais enfrentamos ameaças graves, que a Apes lutou para garantir a expansão de orçamento e o crescimento das nossas instituições”, argumenta.

A vice-reitora da Universidade, Girlene Alves, aponta a capacidade de diálogo como um traço marcante dos 40 anos de história da instituição. “Ao defender a Educação Pública, ela defende a carreira docente como algo muito caro e simbólico para a emancipação do povo brasileiro.”

O pró-reitor de Assistência Estudantil da UFJF, Marcos Souza Freitas – que presidiu a Associação entre 2006 e 2008 – reitera o caráter democrático da entidade. “A Apes é um espaço fundamental, pois representa e dá voz aos professores nas suas assembleias e decisões de forma autônoma, sem interferência institucional, governamental. Trata-se de um espaço livre, pelo qual os professores desenvolvem suas lutas.”

Reabertura da sede

Em celebração aos 40 anos, a Apes realizará nesta sexta-feira, dia 10, a reabertura, após reforma, da sede do sindicato. Professoras e professores associados devem contatar a associação para retirada de convites para o evento.

A sede provisória da Apes fica no Centro Comercial São Pedro, na Rua José Lourenço Kelmer 1.300, no Bairro São Pedro.

Saiba mais sobre a história da Apes

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios