Dez juristas internacionais denunciam “injustiça e parcialidade” no julgamento de Lula


:: El Pais em 09/08/2018 16:08 ::

Dez juristas e advogados europeus e latino-americanos, entre eles o renomado ex-juiz espanhol Baltasar Garzón, denunciaram nesta quinta-feira o que chamam de irregularidades no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva —que encontra-se preso desde abril, depois de ter sido condenado a 12 anos e um mês de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva— e pediram que a lei seja respeitada “com rigor e independência”.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios