Sem marqueteiro oficial e fora dos debates, PT aposta em campanha de ‘corpo ausente’


:: El Pais em 11/08/2018 22:54 ::

Nesta última quinta-feira, o desafio se tornou claro. A insistência em manter Lula como o candidato fez com que o partido com o presidenciável líder das pesquisas ficasse de fora do primeiro debate, na TV Bandeirantes. O ex-presidente não foi autorizado a deixar a cadeia pela Justiça. E, para tentar compensar, Haddad e Manuela D’Ávila promoveram uma conversa paralela na internet, que nem de longe atingiu a popularidade do encontro televisivo. No dia seguinte, na porta da carceragem de Curitiba, a presidenta da legenda, Gleisi Hoffmann, afirmava em entrevista coletiva, após “uma longa conversa com Lula”, que o partido tomará todas as medidas jurídicas necessárias para que ele participe dos próximos debates.

E que, se não conseguir, haverá um esforço para que Haddad vá em seu lugar. O próximo encontro entre presidenciáveis já acontece na próxima sexta-feira, na Rede TV.

Seguir leyendo.

Clique aqui para ver esta matéria na fonte original.

Anúncios